Futebol/Brasileirão Série B - ( - Atualizado )

Com outro foco, Boa Esporte visita o ameaçado Bragantino na Série B

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

Garantindo na Série B do Campeonato Brasileiro da próxima temporada, o Boa Esporte mudou as suas prioridades no final deste ano. A Coruja disputa, além do Brasileirão, a Taça Minas Gerais, onde briga pelo título, o novo foco do time. Desta forma, o jogo contra o Bragantino, neste sábado, às 16h20 (de Brasília), no Estádio Nabi Abi Chedid, será apenas para cumprir tabela.

Mesmo com a partida não valendo nada para os mineiros, o técnico Sidney Moraes garante que a equipe vai entrar em campo pensando na vitória para subir posições no Nacional. “A gente sempre entra para ganhar. Temos que vencer. Mesmo cumprindo tabela, é importante conquistar mais pontos e terminar o campeonato com uma vitória e em melhores posições”, afirmou o treinador.

Apesar de prometer um time forte, o comandante boveta ainda não decidiu se vai escalar força máxima, decisão que só vai ser revelada momentos antes do duelo. “Eu ainda estou escolhendo a equipe que enfrenta o Bragantino. Nosso foco principal agora é a Taça Minas Gerais e alguns jogadores estão se queixando de dores e cansaço. Pode ser que alguns sejam poupados”, admitiu Moraes.

Se para o Boa Esporte o jogo não vale nada, para o Bragantino é uma verdadeira decisão. O Massa Bruta tem 41 pontos e precisa vencer para não correr risco de ser rebaixado para a Série C. Para motivar o torcedor, a diretoria do clube paulista vai trocar um quilo de alimento pelo ingresso, na tentativa de lotar o estádio.

O técnico Vágner Benazzi alerta que será bom contar com o apoio da torcida, mas cobra pés no chão e evita o clima de “já ganhou”. O treinador lembrou-se do ano passado, quando o Bragantino precisou vencer o ASA para ficar próximo do acesso, mas acabou tropeçando mesmo atuando em casa.

“A diretoria faz a parte dela, com ingressos de graça. E o torcedor precisa fazer a sua parte, comparecendo e apoiando. A gente tem que ganhar o jogo. Mas quero lembrar bem o torcedor, que ano passado, o Bragantino recebeu o ASA na penúltima rodada, em casa, e se vencesse estaria muito próximo do acesso à Série A. O torcedor compareceu, mas o salto alto atrapalhou. O time perdeu e não subiu. Não podemos cometer o mesmo erro”, receitou Benazzi.

A missão do Massa Bruta será dificultada pelos desfalques. Vágner Benazzi terá pelo menos três problemas. Diego Macedo, André Vinícius e Toninho receberam o terceiro cartão amarelo no triunfo ante o Ceará, no Presidente Vargas, e não enfrentam o time de Varginha.

FICHA TÉCNICA
BRAGANTINO X BOA ESPORTE

Local: Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP)
Data: 24 de novembro de 2012 (sábado)
Horário: 16h20 (horário de Brasília)
Árbitro: Jaílson Macedo Freitas (BA)
Assistentes: Fabiano da Silva Ramires (ES) e Lorival Candido das Flores (RN)

BRAGANTINO: Gilvan; Astorga, Guilherme e Raphael; Robertinho, Carlinhos, Glauber, Malaquias e Bruno Iotti; Léo Jaime e Lincom
Técnico: Vágner Benazzi

BOA ESPORTE: Wilson Júnior; Neílson, Toninho, Gabriel e Radar; Everton, Olívio, Radamés e Francismar; Siloé e Marcelo Macedo
Técnico: Sidney Moraes

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade