Futebol/Campeonato Brasileiro Série C - ( )

Atleta que passou sangue em agressor recebe gancho de duas partidas

Rio de Janeiro (RJ)

O inusitado lance envolvendo o jogador Esley, do Fortaleza, e Chicão, do Santa Cruz, rendeu punições distintas aos atletas no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). O primeiro, acusado de agredir o seu oponente, recebeu cinco jogos de suspensão, enquanto o segundo levou duas partidas, por ter passado sangue no rosto de seu adversário.

O lance em questão ocorreu no dia 7 de setembro, em partida válida pela fase de grupos do Campeonato Brasileiro da Série C. Aos 42 minutos da partida, Esley acertou uma cotovelada no rosto de Chicão e foi repreendido pelos atletas da Cobra Coral. Mas, após notar que estava sangrando, Chicão se levantou rapidamente e passou o sangue de seu rosto no atleta tricolor.

O lance iniciou uma grande confusão no gramado e rendeu um cartão vermelho para Esley e Chicão. O incidente também levou o árbitro expulsar os jogadores Ciro Sena, do Fortaleza, e Everton Sena, do Santa Cruz, além dos treinadores Zé Teodoro e Vica.

Como já foi eliminado do torneio nacional, Chicão só cumprirá a pena imposta pelo STJD na próxima temporada. Já Esley terá um prejuízo maior. O jogador era cotado para reforçar o Fortaleza na segunda partida diante do Oeste, válida pelas quartas de final da Série C, e só irá a campo se conseguir um efeito suspensivo. O time que se classificar para as semifinais estará garantido na disputa do Brasileiro da Série B de 2013.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade