Futebol/Liga dos Campeões - ( - Atualizado )

City empata com Real Madrid e é eliminado novamente na primeira fase

Manchester (Inglaterra)

O Manchester City não conseguiu reverter o histórico de fracassos na Europa após ter se tornado um dos grandes do continente. Saindo atrás, a equipe buscou o empate com o Real Madrid em casa, mas não saiu do 1 a 1 e está eliminada no Grupo D, enquanto os espanhóis garantiram a classificação no centésimo jogo de José Mourinho na Liga dos Campeões.

Aproveitando confusão tática causada por sistema inédito montado por Mancini no Manchester City, o Real Madrid abriu o placar logo aos dez minutos, com Benzema aparecendo livre para desviar cruzamento de Di María na pequena área.

Os citizens, porém, foram crescendo na partida até ter pênalti marcado a favor por falta de Arbeloa, que recebeu o segundo cartão amarelo no lance, sobre Aguero. O próprio argentino converteu e empatou o jogo.

A evolução, no entanto, não foi o suficiente para manter o Manchester City vivo na Liga dos Campeões. A equipe não saiu do empate por 1 a 1, que a manteve na lanterna do Grupo D com três pontos, sem chances de alcançar Borussia, com 11, e Real Madrid, com oito.

AFP
Benzema abriu o placar com assistência de Di María
Agora, o City busca uma vitória sobre o Borussia Dortmund na última partida do grupo para tentar superar o Ajax, que tem quatro pontos, na terceira posição e conseguir uma vaga para a Liga Europa.

Assim, o campeão inglês segue falhando em competições continentais, sendo eliminado pela segunda vez consecutiva na fase de grupos da Liga dos Campeões, onde só venceu uma partida em três participações. Na Liga Europa, são duas eliminações consecutivas nas oitavas de final.

O jogo - A partida teve diversos cenários diferentes só no primeiro tempo. Mesmo com equipes contidas, os dez primeiros minutos do jogo culminaram no Real Madrid abrindo o placar com Benzema, que passou livre pelas costas da defesa para desviar um cruzamento de Di María na pequena área.

Depois disso, os merengues começaram a passar com tranquilidade pela perdida zaga do Manchester City por conta do confuso sistema tático implantado pelo técnico Roberto Mancini. Em dois lances seguidos logo após o gol, Cristiano Ronaldo fez jogadas individuais pela esquerda para cruzar e Khedira finalizar para fora.

Aos 14, o campeão inglês se salvou do segundo gol graças a uma arrancada de Nastasic. Xabi Alonso lançou Cristiano Ronaldo, que, sozinho na área, encobriu Joe Hart, mas o zagueiro sérvio se recuperou no lance para impedir o gol. A bola voltou para o camisa 7 bater novamente, mas dessa vez para fora.

Depois de uma forte pressão exercida pelo Real Madrid, os citizensequilibraram a ação por volta dos 20 minutos com ajustes no posicionamento e tiveram suas primeiras chances com um chute de fora da área de Aguero e uma tabelinha entre o próprio argentino e Maicon que terminou em finalização perigosa do brasileiro.

Mesmo assim, os visitantes mostravam que podiam marcar a qualquer momento e quase o fizeram justamente com Khedira, que passou entre Kompany e Nastasic para invadir a área em jogada individual, mas Hart saiu bem do gol para ficar com a bola. Após essa sequência, porém, a segunda metade da etapa inicial foi dominada pelas defesas, sem a criação de lances agudos.

AFP
Ex-Atlético de Madri, Aguero sofreu o pênalti e empatou o jogo, mas segue sem derrotar o Real Madrid
Na etapa final, com Mancini invertendo a formação para a tradicional do Manchester City, a equipe evoluiu ainda mais e passou a dominar o jogo. Maicon e Aguero se destacavam e uma jogada entre os dois quase abriu o placar, mas Casillas fez milagre em finalização do argentino na pequena área após cruzamento do brasileiro aos 19.

Aos 27 minutos, o momento decisivo da partida: Aguero caiu após disputa de bola com Arbeloa na área e o pênalti duvidoso foi marcado com direito ao segundo cartão amarelo para o lateral espanhol. Na cobrança, o próprio argentino converteu e igualou o jogo.

A equipe manteve a posse de bola no final da partida e pressionava com cruzamentos, mas, mesmo com um a mais, encontrou dificuldades para criar chances incisivas. Tentando o gol na base do abafa, o City não teve sucesso e terminou eliminado.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade