Futebol/Liga dos Campeões - ( - Atualizado )

PSG bate Dínamo de Kiev e garante vaga; Porto vence e segue na ponta

Kiev (Ucrânia)

Precisando apenas de um empate para carimbar seu passaporte às oitavas de final da Liga dos Campeões, o Paris Saint-Germain visitou o Dínamo de Kiev na Ucrânia e superou a baixa temperatura para vencer por 2 a 0. Já em Portugal, o Porto fez o dever de casa ao vencer o Dínamo de Zagreb por 3 a 0 e segue firme na liderança do grupo A.

Depois de serem pressionados durante todo o primeiro tempo, os comandados de Carlo Ancelotti apostaram nos rápidos contra-ataques puxados por Nenê e Ezequiel Lavezzi e contaram com dia inspirado do goleiro Sirigu para não sair atrás no placar.Invertendo os papéis, o artilheiro Zlatan Ibrahimovic saiu da área e deu a assistência para o argentino marcar o primeiro gol.

Na volta do intervalo, o mesmo Lavezzi aproveitou falha da defesa e definiu a vitória parisiense. Além de Nenê, o PSG contou com os brasileiros Thiago Silva, Alex e Maxwell, enquanto os ucranianos tinham Danilo Silva, Betão e Dudu.

Na próxima rodada, a última da fase de grupos, o PSG recebe o Porto no Parque dos Príncipes em duelo pela liderança. Um empate é suficiente para os portugueses avançarem na primeira colocação. Na Croácia, o Dínamo de Zagreb, já eliminado, enfrenta o xará de Kiev, que será repassado à Liga Europa em terceiro, com quatro pontos.

O jogo – Apesar do frio na capital ucraniana, o clima da partida começou quente e o árbitro alemão teve trabalho para segurar os ânimos dos jogadores. Na pressão, os mandantes iam chegando cada vez mais perto do gol quando o PSG teve escanteio a seu favor e o brasileiro Alex cabeceou com muito perigo.

Apostando na velocidade dos garotos Dudu, ex-Cruzeiro, e do nigeriano Haruna Lukman, o Dínamo teve três ótimas chances em apenas três minutos. Primeiro o português Miguel Veloso levou perigo em cobrança de falta e, depois, o goleiro italiano Salvatore Sirigu salvou os franceses em chutes de Oleg Gusev.

Após vacilo da zaga parisiense, Denys Garmash ficou sozinho na área e perdeu a grande chance da partida. Quando começou a encaixar os contra-ataques, porém, o Paris Saint-Germain foi letal. Primeiro o jovem Maksym Koval evitou gol de Ibra cara a cara, mas não conseguiu reagir ao toque por cobertura de Lavezzi após assistência do sueco: 1 a 0 para os visitantes.

AFP
Depois de mostrar categoria no primeiro gol, Lavezzi contou com a sorte para sacramentar o triunfo em Kiev

Na volta do intervalo, os ucranianos não tiveram tempo para retomar a pressão inicial e foram surpreendidos pelo segundo gol francês. Even Kacheridi recuou fraco demais para Koval e Blaise Matuidi apareceu para roubar a bola. Com calma, o volante rolou para Lavezzi, sozinho, mandar para o fundo das redes.

Sem se abalar, o time da casa voltou ao ataque e Dudu finalizou com perigo obrigando Sirigu a salvar mais uma vez. Em vantagem no placar, o PSG apenas administrou o resultado na reta final do segundo tempo e não viu o Dínamo chegar perto de ameaçar a boa vitória no Leste Europeu.

Firme e forte - Já garantido nas oitavas, o Porto recebeu o Dínamo de Zagreb e não tomou conhecimento do adversário ao vencer por 3 a 0. Os gols da vitória dos Dragões foram marcados pelo volante argentino Lucho González, pelo meia português João Moutinho e pelo ponta Silvestre Varela.

AFP
Cobiçado por grandes clubes europeus, João Moutinho marcou o segundo do Porto na tranquila vitóira

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade