Futebol/Copa 2014 - ( - Atualizado )

Valcke doa 50.000 ingressos para a Copa e finda rusga com o governo

Helder Júnior São Paulo (SP)

A rusga entre Jérôme Valcke e o governo brasileiro está definitivamente resolvida. Nesta quarta-feira, após reunião do Comitê Organizador Local (COL) da Copa do Mundo de 2014, em São Paulo, o secretário geral da Fifa trocou uma série de elogios com Aldo Rebelo, ministro do Esporte. Ainda fez pose para cinegrafistas e fotógrafos ao doar 50.000 ingressos para o Mundial, que serão distribuídos a indígenas e a contemplados pelo programa Bolsa Família.

“Estamos falando dos indígenas e das pessoas atendidas pelo Bolsa Família. Eles farão parte da Copa do Mundo. Gostaríamos de dar esse presente a eles. Aldo, aqui estão 50.000 ingressos complementares”, afirmou Valcke, o mesmo dirigente que já quis dar um “chute no traseiro” do governo federal, agora muito sorridente.

No final do ano passado, após pressão do deputado federal Romário, a Fifa já havia anunciado que cederia 32.000 ingressos para portadores de deficiência física brasileiros. Ainda está prevista a doação de entradas para os operários que trabalham na construção e reforma de arenas da Copa.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Valcke agradou a Rebelo com a doação de ingressos para indígenas e contemplados do Bolsa Família
Dessa forma, o gesto benemerente da Fifa para 2014 começa a se aproximar do que ocorreu na Copa do Mundo de 2010, quando 66.000 bilhetes foram distribuídos à população de baixa renda sul-africana e outros 54.000 para operários.

“Agradeço ao secretário geral Jérôme Valcke pela surpresa que a Fifa nos fez. É um gesto de elevado significado para o nosso País. O povo brasileiro ama o futebol. É um elemento da nossa identidade, da cultura, do imaginário e da formação social. Foi o palco que nos deu nossos primeiros ídolos e celebridades entre as pessoas simples, pobres e negras. É uma plataforma de inclusão social”, discursou Aldo Rebelo, prometendo priorizar as crianças das famílias atendidas pelo programa social Bola Família na destinação dos ingressos.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade