Futebol/Mundial de Clubes - ( - Atualizado )

Basílio torce por gol do título marcado por Ralf ou Paulinho

Marcos Guedes São Paulo (SP)

“Quando foi que você ganhou o Paulista?”, perguntou uma ex-BBB a Basílio. Depois de esclarecer a questão, o herói do título de 1977 distribuiu autógrafos na loja oficial do Corinthians – que, decorada com motivos japoneses, tinha até uma música do Jaspion em sua trilha sonora – e falou sobre sua expectativa para o Mundial.

Sempre humilde, o autor do gol mais importante da história do Timão voltou a colocar Emerson, que balançou a rede duas vezes na decisão da Copa Libertadores, em seu patamar e apontou os atletas pelos quais mais torcerá no Japão. No que depender do Pé de Anjo, um volante vai ficar marcado na conquista do bi.

“Ralf e Paulinho. Torço para que um deles faça o gol do título e fique na história como ficou o Emerson. São dois abnegados, dois jogadores que nunca tiveram vergonha de se sacrificar, de se ralar, de levar drible, de errar um chute. Eles se entregam”, afirmou Basílio, que já fez esses elogios diretamente aos jogadores.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Basílio espera ganhar a companhia de um volante na galeria de heróis corintianos
Para o ex-camisa 8, se não for um dos volantes o herói, a glória ficará para outro atleta do Timão. Por confiar bastante no trabalho de Tite, ele acredita que o Alvinegro vá voltar da Ásia com o troféu do Mundial.

“A honestidade dele faz a diferença. Ele tem o grupo todinho nas mãos. Sabe cobrar quando é necessário, dá oportunidade a todos. Vejo a preparação do Corinthians muito boa na busca pelo segundo título mundial”, comentou o Pé de Anjo.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade