Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Contra o Inter, Corinthians afina time para clássicos e Mundial

Marcos Guedes e Vicente Fonseca Porto Alegre (RS)

O Corinthians fez um jogo razoável contra o Vasco, teve uma atuação boa diante do Atlético-GO e massacrou o Coritiba. Com três vitórias nas três primeiras partidas encaradas como preparação para o Mundial, a equipe inicia neste domingo a segunda metade, mais complicada, da reta final do Campeonato Brasileiro.

O adversário do fim de semana é o Internacional, em Porto Alegre. Na sequência, o Timão terá pela frente os clássicos contra Santos e São Paulo, que, se tudo correr como espera o técnico Tite, deixarão a equipe pronta para a viagem de dezembro ao Japão.

O resultado terá pequenos efeitos práticos na tabela, já que nenhum dos times tem objetivos realistas. Mas não diga isso ao treinador do Corinthians, que tem pedido intensidade aos jogadores e obtido boa resposta até nos treinos, cheios de divididas e jogadas mais fortes.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Paulinho defendeu a Seleção Brasileira na quarta-feira, mas está pronto para encarar o Internacional
Contribui bastante para esse ambiente o fato de a formação que brigará pelo título mundial não estar totalmente fechada. As indefinições – sobretudo no ataque, por conta das preocupações em relação à condição física de Emerson – tornam a concorrência acirrada.

Sem atuar desde o dia 13 de outubro por conta de uma lesão no joelho direito, o Sheik tem condições de atuar por 70 minutos e vai ficar no banco. Já Jorge Henrique, com seu recorrente problema na coxa direita, está vetado, o que acabou com qualquer dúvida: Martínez será titular novamente.

“A briga é sadia. Respeitamos o treinador, o que ele decidir. Todo o mundo vai para dentro de campo e quem decide é o treinador. Pepino bom vai sobrar para ele”, afirmou o meio-campista Danilo, que voltou ao time durante a última partida, após um período de contusão, e agora reassume seu posto entre os titulares.

Em mais um teste para o Mundial, o Alvinegro vai ao Beira-Rio encarar um adversário que adora vencê-lo, mas está longe do melhor momento. Derrotado por Náutico e Ponte Preta, o Internacional ficou a oito pontos do quarto colocado, precisando de um milagre para se classificar à Taça Libertadores.

O Colorado conta com as voltas de Rodrigo Moledo, Índio e Guiñazu, além da entrada de Fabrício no lugar do contundido Kleber, porém os olhos já estão voltados para 2013. O assunto mais comentado é o substituto do técnico Fernandão, que tem um fraco aproveitamento de 46,7% e convive com a menção constante dos nomes de Abel Braga e Dunga.

“O vestiário está blindado de tudo o que vem de fora. A gente está concentrado nesses três jogos que faltam. O Fernandão tem nosso apoio, foi uma pessoa que sempre me ajudou. Tem a nossa total confiança”, disse o goleiro Muriel, um dos poucos poupados pela torcida na decepcionante campanha do Inter no Brasileirão.

Arte GE.Net
FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL X CORINTHIANS

Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Data: 18 de novembro de 2012, domingo
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Assistentes: Luiz Antônio Muniz de Oliveira (RJ) e Eduardo de Souza Couto (RJ)

INTERNACIONAL: Muriel; Edson Ratinho, Rodrigo Moledo, Índio e Fabrício; Ygor, Guiñazu, Fred e D’Alessandro; Forlán e Leandro Damião
Técnico: Fernandão

CORINTHIANS: Cássio; Alessandro, Chicão, Paulo André e Fábio Santos; Ralf e Paulinho; Danilo, Douglas e Martínez; Guerrero
Técnico: Tite

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade