Futebol/Copa 2014 - ( - Atualizado )

Corinthians anuncia parceria para arquibancadas provisórias na Copa

Edoardo Ghirotto, especial para a GE.Net São Paulo (SP)

A diretoria do Corinthians e o governo do Estado de São Paulo anunciaram nesta terça-feira um novo consórcio para que o primeiro jogo da Copa do Mundo de 2014 seja realizado na Arena do Timão. Através de uma parceria com a empresa Ambev, o clube irá erguer arquibancadas provisórias para que a capacidade do estádio seja elevada de 47 mil lugares para 67 mil.

A medida foi tomada para que o Corinthians não precise arcar com as despesas referentes ao cumprimento das normas Fifa. A entidade estipula que o estádio escolhido para a abertura do Mundial tenha ao menos 60 mil lugares disponíveis para o torcedor. Como esta capacidade excede o planejamento inicial da diretoria alvinegra, a empresa arcará com os custos dos assentos que serão erguidos sobre a estrutura original.

O consórcio liderado pela Ambev permitirá a entrada de novos investidores interessados em arcar com a quantia de R$ 35 milhões e isentará o governo do Estado de colocar dinheiro público nas obras. “Mostramos como São Paulo resolve os seus problemas. Não é um estádio construído pelo governo e conseguimos resolver uma questão coletiva através de um esforço adicional dentro do setor privado”, discursou Luis Paulo Rosenberg, vice-presidente do Timão.

Djalma Vassão/Gazeta Press
O governo do Estado incentivou o setor privado a financiar as arquibancadas provisórias da Arena Corinthians
O acordo firmado nesta terça-feira também contou com a presença do presidente do Corinthians, Mário Gobbi, do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, e de outros representantes do governo estadual e da empresa escolhida para financiar as arquibancadas. Satisfeito com a saída encontrada para solucionar o problema, Alckmin negou qualquer possibilidade de sua gestão lucrar com a publicidade do estádio alvinegro e se comprometeu a promover a modernização do bairro de Itaquera.

“O estádio será importante para a família corintiana, para o esporte e para uma região metropolitana de São Paulo. A parte do governo é cuidar da infraestrutura para a população da cidade”, destacou o governador. “Nós sempre dissemos que não iríamos colocar dinheiro público e fizemos uma parceria com a iniciativa privada para viabilizar o investimento. Estamos rigorosamente dentro do cronograma para que tudo seja preparado para essa grande festa do esporte”, completou.

Assim como foi feito no Engenhão, a empresa líder do consórcio terá o direito de estampar a marca de um dos seus produtos nas alas temporárias do estádio. Contudo, toda a publicidade dos investidores e do próprio Corinthians terá de ser retirada durante a disputa da Copa do Mundo. As obras do estádio ainda receberão a visita do secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, nesta quarta-feira. O francês participou de uma conferência na Soccerex, no Rio de Janeiro, e iniciará uma nova inspeção pelas cidades-sede a partir desta semana.

Djalma Vassão/Gazeta Press
A Arena Corinthians contará com setores provisórios para sediar o jogo de abertura da Copa do Mundo 2014

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade