Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Fábio Santos acha que ameaças podem afastar reforços do Palmeiras

Luiz Ricardo Fini São Paulo (SP)

A situação do Palmeiras virou assunto no Corinthians. Depois de o zagueiro Paulo André manifestar sua preocupação com as ameaças que os jogadores do rival sofrem, o lateral esquerdo Fábio Santos também lamentou nesta quinta-feira o momento do oponente e previu uma dificuldade maior do Alviverde na busca por reforços.

“Quem não gostaria de jogar no Palmeiras? É um clube grande, mas, quando vai escolher onde jogar, o cara olha para todos esses acontecimentos e coloca tudo no papel, contando segurança, facilidade para a família... É algo que atrapalha futuras negociações para o clube”, afirmou o lateral.

O Palmeiras atravessa uma fase turbulenta no Campeonato Brasileiro e o risco de rebaixamento gerou a revolta de parte da torcida, que pichou ameaça de morte ao presidente Arnaldo Tirone no Palestra Itália. Os jogadores alviverdes também estão preocupados com possíveis atos de violência das arquibancadas.

Assim, na quarta, Paulo André cobrou proteção do Sindicato de Atletas Profissionais de São Paulo (Sapesp) aos jogadores do rival. Da mesma forma, Fábio Santos também pediu a união entre os atletas para evitar novos casos de ameaças.

“Torcemos para que isso acabe o quanto antes e que não esperem uma tragédia para terminar. São profissionais em um momento complicado. Não existe isso de o cara ter de ficar em casa e tirar o filho da escola para não ser agredido. Concordo com o Paulo de que o Sindicato tem de fazer alguma coisa, mas vai dos jogadores também, que têm de se unir contra isso”, concluiu.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade