Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Guerrero exalta disputa entre atacantes corintianos: "Ajuda muito"

Bruno Oliveira, especial para a GE.NET São Paulo (SP)

Em fase de preparação para a disputa do Mundial de Clubes da Fifa (Federação Internacional de Futebol Associado), o Corinthians ainda não tem definida sua escalação para a estreia na competição em território japonês, dia 12 de dezembro, em Toyota. Com sete principais opções para compor o setor ofensivo, o treinador Tite mantém a dúvida sobre quais atletas ocuparão quatro vagas no time titular. No entanto, o peruano Paolo Guerrero afirmou que a disputa interna beneficia o próprio clube alvinegro.

Contratado pelo Corinthians junto ao Hamburgo em julho deste ano, o centroavante tem recebido oportunidades na equipe titular e marcou quatro gols nas 13 partidas que disputou pelo time alvinegro, sendo o último deles no último sábado, diante do Coritiba. Na briga por se manter na escalação inicial, o peruano tem como principais rivais os atacantes Emerson, Jorge Henrique, Martínez e Romarinho, e os meio-campistas Danilo e Douglas.

“Ajuda muito. Temos uma meta mentalizada. Se queremos alcançar um objetivo, a única forma de obter isso é trabalhar com muita concentração, tendo consciência de que jogaremos um campeonato muito difícil, contra times muito fortes. Precisamos fazer um trabalho muito bom para conquistarmos o que traçamos”, disse Guerrero em entrevista no Centro de Treinamento Joaquim Grava.

A competitividade no ataque corintiano deve aumentar ainda mais na sequência do Campeonato Brasileiro. Afastado de jogos oficiais desde 13 de outubro, quando sofreu lesão no ligamento colateral medial do joelho direito, Emerson participou de coletivo nesta segunda-feira e mostrou estar recuperado do problema físico. Com isto, deve receber chance diante do Internacional, neste domingo, às 19h30 (de Brasília), no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre.

Apesar da disputa por um lugar na equipe titular, Guerrero elogiou o camisa 11 e destacou que o companheiro deve se preparar para a disputa do Mundial de Clubes. “É um atleta de muita qualidade, demonstrou isso fazendo muitos gols. A preparação dele será jogando muito. É necessário atuar em muitas partidas para a recuperação ser mais rápida. Essa é a única forma”, completou.

No último sábado, o Corinthians entrou em campo com quarteto ofensivo formado por Douglas, Martínez, Jorge Henrique e Guerrero. Ao logo do confronto, Romarinho entrou na vaga do peruano e Danilo no lugar do argentino. A substituição não incomodou o centroavante, que mostrou serenidade ao explicar como se manter no time titular.

“Demonstrando em campo, diariamente nos treinamentos. Quando entrar no gramado, seja por cinco ou dez minutos, evidenciar que pode ser titular. Busco trabalhar muito nos treinos, mas quem escolhe os titulares é o Tite”, encerrou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade