Futebol/Campeonato Brasileiro Série A - ( - Atualizado )

Vasco sai atrás, mas vira sobre Coritiba e sonha com Libertadores

Curitiba (PR)

Com muitos garotos em campo, o Vasco conseguiu uma importante vitória sobre o Coritiba, neste sábado. O marcador 2 a 1, de virada, em pleno Couto Pereira, manteve acesa a esperança vascaína de chegar à Copa Libertadores de América.

Quem saiu na frente foi o Coritiba, com uma pintura de Lincoln no início do primeiro tempo. O camisa 10, porém, não estava no dia dele e perdeu outras duas oportunidades na cara de Fernando Prass.

Romário, que estreava no time titular do Vasco, empatou ainda na etapa inicial, e Nílton, quase que sem intenção, garantiu a virada na metade final.

O Vasco, agora, seca os concorrentes São Paulo e Botafogo. A equipe de São Januário precisa que os paulistas não somem mais pontos no Campeonato, além de vencer os próximos dois compromissos.

Na penúltima rodada da Série A, o Vasco encara um clássico contra o Flamengo. O Coritiba, ainda remotamente ameaçado pelo rebaixamento, vai a Belo Horizonte jogar contra o Cruzeiro.

O jogo – Apesar de ver o Vasco tomar a iniciativa logo após a saída de bola, o Coritiba dominou os primeiros minutos, tocando melhor a bola e saindo em velocidade.

Foi em uma chegada pela direita que a equipe da casa conseguiu o escanteio que deu origem a um golaço de Lincoln, aos oito minutos. Na cobrança aberta de Rafinha, o camisa 10 dominou com o pé direito e, sem deixar a bola cair, acertou uma bomba, indefensável para Fernando Prass.

Com a vantagem no placar, o Coxa se empolgou e partiu para cima dos vascaínos. Lincoln abusava da habilidade e dava toques de calcanhar e boas enfiadas para os companheiros.

Aos 15, em um contra-ataque rápido, o meia deixou Rafinha em condições de finalizar. O chute fraco até passou por Fernando Prass, mas Renato Silva conseguiu salvar, antes de a bola entrar no gol.

Divulgação
Coritiba lamenta derrota pelo placar de 2 a1 diante do Vasco no estádio Couto Pereira

O Vasco chegaria ao empate aos 22, pelas cabeças do jovem Romário. Na estreia como titular, o atacante subiu nas costas da defesa e testou forte para superar o goleiro Vanderlei.

Mais ligado no jogo, o Coritiba ainda teve duas chances, mas Dênis e Deivid não conseguiram marcar e foram para os vestiários com o placar em 1 a 1.

Assim como no início de jogo, o Coxa voltou melhor para a segunda etapa. Logo no primeiro lance, Lincoln quase desempatou com um belo chute da entrada da área, mas mandou por cima do gol.

Quatro minutos mais tarde, o camisa 10 perdeu uma grande oportunidade, cara a cara com Fernando Prass. O meia tentou tirar por cima, mas o goleiro vascaíno fez boa defesa.

Mas foi o Vasco quem chegou ao segundo gol primeiro. Em cruzamento na área, Vanderlei escorregou e caiu sozinho. Nílton dividiu e, meio sem querer, acabou marcando e desempatando a partida, aos 12 minutos.

Apesar do descontrole após levar a virada, o Coritiba seguia criando chances. O problema é que, depois do golaço, o dia não parecia ser de Lincoln, que perdeu outra bola na cara de Fernando Prass, aos 20 minutos.

As alterações de Marquinhos Santos não fizeram muito efeito e o Coxa não conseguiu evitar a derrota, diante de um Vasco satisfeito com o 2 a 1.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade