Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Sem temer pressão, Martinuccio quer estrear no clássico com vitória

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

O clássico mineiro deste domingo marca a estreia do argentino Martinuccio no maior jogo de Minas Gerais. O jogador se mostra animado para enfrentar o Atlético-MG e está ciente do que vai tentar fazer em campo. O objetivo do meia é garantir mais uma vitória para o Cruzeiro, a quarta consecutiva da Raposa na competição.

“Eu vou tentar fazer o melhor, mas não tenho problema nenhum se um companheiro fizer o gol, por exemplo. A torcida vai ficar contente se o Cruzeiro ganhar. Espero que o time siga jogando melhor e possa vencer o clássico, que será importante para nós e para a torcida”, disse.

Com 24 anos, Martinuccio afirma que já atuou em vários clássicos pelo mundo, alguns duelos de grande rivalidade, na Argentina e, principalmente, no Uruguai, onde defendeu o Peñarol. O atleta garante estar acostumado com este tipo de jogo e diz não se intimidar com a pressão da torcida atleticana, que será a única no estádio.

“Eu conheço clássicos e acho que é um jogo bom, ainda mais para a torcida. Acho que não preciso que ninguém fale como é o clássico. Vamos tentar fazer o melhor possível para que a vitória fique com o Cruzeiro”, afirmou Martinuccio, que revelou gostar de jogar com a pressão da torcida adversária.

“Na Argentina, na Série B, acontece muito problema, a torcida briga muito, e a AFA falou que na B, no clássico, só vai uma torcida. Eu gosto. Acho que a pressão vai ser para eles. Joguei muitos clássicos, mas acho que aqui contra o Atlético-MG vai ser diferente. Para o Cruzeiro é melhor que a torcida seja atleticana”, disse.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade