Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Para não sofrer no fim, Fla pede foco em reta final do Brasileirão

Rio de Janeiro (RJ)

A vitória por 1 a 0 sobre o Figueirense trouxe alívio ao Flamengo, que chegou aos 44 pontos e ficou em situação mais tranquila na luta contra o rebaixamento. Porém, apesar deste quadro, o técnico Dorival Júnior e os jogadores não dão o Campeonato Brasileiro por encerrado, já que ainda existe o risco matemático de uma queda para a Segunda Divisão. 

Melhor colocado na zona de risco, o Sport possui 36 pontos e, hoje, o Rubro-negro carioca só pode se considerar completamente livre do fantasma com 48 pontos.

Para que o Flamengo não seja rebaixado, o time precisa somar quatro pontos em quatro partidas. A próxima será neste domingo, às 19h30(de Brasília), diante do Náutico, nos Aflitos. Em seguida, recebe o Palmeiras no Rio de Janeiro. Por fim, fecha a sua participação com dois clássicos, contra Vasco e Botafogo.

“Enquanto existir o risco, mesmo que matematicamente falando, deve existir a preocupação, já que o Flamengo não pode correr nenhum risco de cair. Vamos trabalhar tendo em mente a necessidade de somarmos mais alguns pontos e o ideal é que a gente consiga pontuar já neste domingo, contra o Náutico”, afirmou o técnico Dorival Júnior.

Para esta partida contra o Timbu, o comandante da equipe carioca não poderá contar com o lateral esquerdo Ramon, que foi advertido com o terceiro cartão amarelo na última rodada e terá que cumprir suspensão. Magal, o substituto natural, foi desfalque em alguns treinos por questões musculares e o treinador considera arriscada a sua escalação. Assim, é possível que um zagueiro seja improvisado. Neste caso, Welinton é o mais cotado.

Na lateral direita, Wellington Silva deve reaparecer, pois cumpriu suspensão contra o Figueirense. Assim, Leonardo Moura poderia ser liberado para retornar ao meio-campo. Dorival, porém, contará ainda com o retorno de Ibson, outro que estava suspenso, e do volante paraguaio Víctor Cáceres, preservado contra o Figueira por causa de dores no quadril. Depois da segunda-feira de folga, o elenco retornou aos trabalhos nesta terça-feira, mas a definição da equipe que vai a campo ficará mesmo para os últimos treinos da semana.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade