Futebol/Campeonato Brasileiro Série A - ( - Atualizado )

Ramon volta a criticar Vasco: “Eu tenho direito de não gostar deles”

Rio de Janeiro (RJ)

A revolta dos vascaínos com as declarações do lateral Ramon, na última quinta-feira, foi motivo suficiente para o jogador do Flamengo ser ofendido durante os 90 minutos do clássico deste sábado. Xingado até mesmo na hora de ir para os vestiários, o rubro-negro voltou a criticar o seu ex-clube e disse que as suas críticas não foram feitas para gerar polêmica.

Ramon se declarou torcedor do Flamengo e afirmou ao longo da semana que não havia superado a forma como o Vasco encerrou o seu contrato. Magoado com aqueles que contribuíram para a sua passagem por São Januário ter fim, o atleta se defendeu dos insultos proferidos pela torcida e voltou a mostrar todo o seu ressentimento com os cruz-maltinos.

“Eu não quis falar aquilo para dar polêmica ou colocar pilha no outro lado. Eu só desabafei o que eu estava precisando falar. Se eles não gostam de mim, eu tenho o direito de não gostar deles. É uma troca de igualdade que eu tenho com o Vasco”, ponderou o lateral, que também comentou sobre a igualdade por 1 a 1 obtida ante o seu rival.

Após sair perdendo por 1 a 0 no primeiro tempo, o Flamengo se aproveitou de uma falha do goleiro Fernando Prass, aos 40 minutos da etapa complementar, e chegou ao empate com o gol de Marcos González. “A gente pressionou e tivemos mais chances. No segundo tempo eles só tiveram mais chances quando estávamos todos na frente. Dos males o menor”, pontuou o jogador.

Com 49 pontos no Campeonato Brasileiro, o Flamengo ocupa a 11ª colocação e ainda não tem vaga assegurada na próxima Copa Sul-americana. O time encerrará a sua participação na Série A diante do Botafogo, no próximo domingo, e precisará somar os três pontos para não deixar que os seus concorrentes diretos consigam o posto na zona classificatória.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade