Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Abel nega grupo excepcional e pede dois reforços para Libertadores

Presidente Prudente (SP)

A emoção pela conquista do título brasileiro em Presidente Prudente não tirou a razão de Abel Braga. Ainda no gramado do estádio, logo após a vitória por 3 a 2 sobre o Palmeiras, o treinador do Fluminense garantiu que ficará no clube em 2013 e tratou de pedir reforços para a disputa da Copa Libertadores.

"Seria bom se a gente pudesse botar mais um ou dois (jogadores) nesse grupo, porque vamos disputar Libertadores, Copa do Brasil... Temos que ter um elenco maior", disse o comandante, ao negar que se trate de um elenco excepcional. Em sua opinião, prevaleceu o bom ambiente e a aplicação dos jogadores.

"Tudo começou no ano passado, quando fomos campeões do segundo turno (do Campeonato Brasileiro). Aí veio título da Taça Guanabara, campeão carioca, uma campanha fantástica na Libertadores, e agora campeão brasileiro”, acrescentou o ex-zagueiro de 60 anos, ainda sem ouvir discurso do vice-presidente de futebol do clube, Sandro Lima.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Jogadores comemoram título ganho após a vitória por 3 a 2 sobre o Palmeiras, no interior paulista
Durante a roda formada pelo grupo e a comissão técnica no campo, o dirigente fez questão de agradecer a todos pelo tetracampeonato nacional e, na mesma linha de Abel, já colocou como objetivo a conquista da Libertadores do ano que vem, troféu até hoje inédito na galeria das Laranjeiras.

"Obrigado a todo mundo. Não tem como falar de um, todos estão aqui. Todos do departamento de futebol, a comissão técnica, os jogadores. Falei na preparação em Mangaratiba que faltavam 37 rodadas para a gente voltar à Libertadores. Só que hoje faltam 14 jogos para sermos campeões da Libertadores. Então, no ano que vem a gente vai ser campeão da Libertadores", gritou.

Na atual edição do torneio continental, o time caiu para o Boca Juniors (Argentina) nas quartas de final, depois de ter feito a melhor campanha da fase de classificação. O clube argentino, na sequência da competição, seria derrotado apenas pelo Corinthians, na decisão do título.

Ao mesmo tempo em que vai procurar se reforçar para a próxima temporada, a diretoria terá que se esforçar para segurar os principais jogadores, agora ainda mais valorizados pelo título.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade