Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Fluminense empata por 1 a 1 com o Sport e complica Leão

Gazeta Press Recife (PE)

Em um jogo onde o time da casa, desesperado na luta contra o rebaixamento, dominou a maior parte do tempo, o Fluminense segurou empate por 1 a 1 com o Sport na tarde deste domingo, na Ilha do Retiro, em Recife (PE), em duelo válido pela penúltima rodada do Campeonato Brasileiro. Fred abriu o placar para o Tricolor, chegando aos vinte tentos na competição e praticamente assegurando a artilharia. Felipe Azevedo garantiu a igualdade, mas não deixou o Leão em situação confortável. Muito pelo contrário, com 41 pontos, na zona de rebaixamento, o time pernambucano precisa praticamente de um milagre para evitar a queda.

O Sport, no próximo domingo, às 17h(de Brasília), visita o rival Náutico, nos Aflitos, e tem que ganhar. Além disso, só se garante na Primeira Divisão se o Bahia, que visita o já rebaixado Atlético-GO, ou a Portuguesa, que recebe a Ponte Preta em São Paulo (SP), sair derrotado. Já o Fluminense faz clássico carioca com o Vasco, também no domingo, e tentará uma vitória para bater o recorde do São Paulo, que em 2008 setornou o maior pontuador da história dos pontos corridos disputados com vinte equipes. Naquela ocasião os são-paulinos anotaram 78 pontos, um a mais que tem hoje o atual campeão Fluminense.

Photocamera
Samuel disputa bola com marcador do Sport;  Flu ficou apenas no empate (Foto: Renato Spencer/Photocamera)
O jogo - A partida começou com o Sport pressionando desde o começo, mas com grande dificuldade para conseguir criar, esbarrando na falta de qualidade do setor de meio-de-campo e no sistema de marcação do Fluminense. O Tricolor, por sua vez, era eficiente quando buscava os contra-ataques, normalmente criando problemas para os defensores pernambucanos. Foi assim aos oito minutos, quando Wallace foi lançado em diagonal na área e chutou sobre o gol, assustando o goleiro Saulo. Cinco minutos depois foi a vez de Rafael Sobis cruzar da esquerda e Fred cabecear sobre o gol.

Neste cenário, o gol do Fluminense parecia questão de tempo e ele aconteceu aos 27 minutos. Após cobrança de escanteio de Thiago Neves, a zaga do Sport afastou para o meio da área e Fred chutou sem chances para o goleiro pernambucano.

A desvantagem no marcador parecia ser o que o Sport estava esperando para entrar em campo. Depois disso o time da casa passou a acuar o Fluminense em seu campo. Aos trinta minutos Felipe Azevedo cruzou e Hugo chutou em cima de Digão, com o goleiro Diego Cavalieri já batido no lance. Sete minutos depois Moacir cobrou escanteio, Hugo cabeceou e Thiago Neves evitou o gol em cima da linha.

Arte GE.Net
Quando tudo indicava que o primeiro tempo terminaria sem alterações no placar o Sport conseguiu a igualdade aos 48 minutos. Hugo lançou Felipe Azevedo, que ganhou da zaga na corrida, invadiu a área e chutou sem chances para Diego Cavalieri.

O Sport voltou para o segundo tempo disposto a impor uma forte pressão e passou a jogar mais no campo do adversário. O problema é que o time voltou a errar muito os passes e, assim, além de não conseguir criar, voltou a ceder campo para os contra-ataques do Fluminense, que por muito pouco não retomou a dianteira do marcador aos 13 minutos. Carlinhos cruzou, Rafael Sobis cabeceou e Saulo fez uma grande defesa.

A partida cresceu em emoção com o Sport intensificando ainda mais a sua pressão. Por muito pouco o time não conseguiu o segundo gol aos trinta minutos, quando Rithely cruzou e Felipe Azevedo cabeceou para grande defesa de Diego Cavalieri. No minuto seguinte foi a vez de Willians chutar de dentro da área e Digão se atirar na bola para evitar o gol. Já aos 33 Gilsinho chutou cruzado e a bola passou rente à trave.

O jogo passou a ganhar contornos de dramaticidade, com a pressão do Sport ficando insuportável. Aos 36 minutos Henrique foi lançado na área, tirou de Diego Cavalieri e rolou para Reinaldo chutar, mas Valencia, de canela, salvou em cima da linha, para desespero da torcida pernambucana. Dois minutos depois foi a vez de Reinaldo cobrar falta e o goleiro defender.

Nos minutos finais o Sport passou a atacar na base do desespero. Aos 43, Gilsinho chutou de fora da área, a bola desviou em Felipe Azevedo e Diego Cavalieri salvou com os pés. Dois minutos depois Moacir cobrou falta e Henrique, livre de marcação, cabeceou para outra grande defesa do goleiro tricolor. Aos 47 minutos Felipe Azevedo chutou rasteiro, à direita do goleiro. Foi a última chance dos pernambucanos melhorarem a complicada situação na tabela de classificação.

As duas equipes voltam a campo no próximo domingo, às 17h(de Brasília). O Sport faz clássico pernambucano com o Náutico nos Aflitos, em Recife (PE). Já o Fluminense encara o Vasco no Estádio Olímpico João Havelange, o Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ).

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade