Motor/Fórmula 1 - ( - Atualizado )

Barrichello acompanha F-1 como torcedor: "Não faço isso há 20 anos"

São Paulo (SP)

Pela primeira vez em 20 anos, Rubens Barrichello está no Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 como torcedor. Depois de perder a vaga na Williams para o compatriota Bruno Senna ao fim da temporada passada, o brasileiro disputou o Mundial de Fórmula Indy e agora aproveita a prova paulistana para relembrar a época em que comparecia a Interlagos apenas para assistir a seus ídolos.

O veterano brasileiro competiu consecutivamente por 19 temporadas na Fórmula 1 por Jordan, Stewart, Ferrari, Honda, Brawn e Williams, disputando a corrida nacional em todos os anos. Seu melhor desempenho foi a terceira colocação no GP do Brasil de 2004, quando competia pela escuderia italiana.

"Vou fazer uma coisa que eu não faço há 20 anos, sentar na curva e acompanhar”, disse o brasileiro, nesta sexta-feira em Interlagos. Conhecido pelo bom humor e pelo bom desempenho com pista molhada, Barrichello ainda brincou com a previsão de chuva para a prova de domingo. "Se chover e alguém quiser que eu sente no carro para testar..."

Assim como ocorreu no último ano, Barrichello não sabe qual será seu futuro no automobilismo. Ainda sem contrato para a temporada de 2014 da Fórmula Indy, ele compete na Corrida do Milhão da Stock Car, última etapa da categoria nacional, ainda analisando propostas do automobilismo norte-americano. No último Mundial, ele foi companheiro de Tony Kanaan na KV, o que não deve se repetir.

"É uma das chances. Não dá para dizer que é a máxima”, afirmou sobre a equipe de Jimmy Vasser. "Estou negociando com várias equipes. Ainda não tenho isso definido".

Veja as possibilidades de cada piloto:

 
 

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade