Fórmula 1/GP de Interlagos - ( - Atualizado )

Depois de Massa, chuva pode ser maior aliada de Alonso em Interlagos

São Paulo (SP)

Após ser ajudado por Felipe Massa e a estratégia da Ferrari em trocar o câmbio do brasileiro para ganhar uma posição na largada, Fernando Alonso deve ter mais um aliado no GP do Brasil, neste final de semana. Acostumado a fazer boas corridas na chuva, o espanhol conta com o fator climático para levar vantagem sobre a Red Bull e Sebastian Vettel, com desempenho melhor em pistas secas.

Segundo a previsão do tempo, o tempo deve permanecer estável no sábado, quando serão realizados os treinos qualificatórios. Apesar de baixa, a probabilidade de chover não está descartada. No domingo, porém, a chance de chuva aumenta para 90%, fato que pode ajudar Alonso a reverter a desvantagem de treze pontos para Vettel.

AFP
Chuva já ajudou Alonso no GP da Malásia: espanhol leva a melhor sobre Vettel em pistas molhadas
Nas últimas cinco edições, o GP do Brasil foi realizado sobre clima tranquilo. A última vez que a chuva caiu no momento da prova em Interlagos foi em 2006, quando Felipe Massa conquistou sua primeira vitória na prova.

A disputa do ano anterior também foi sob chuva. Na ocasião, Alonso conquistou a pole position e foi o terceiro colocado na prova, vencida por Juan Pablo Montoya. O pódio foi o suficiente para o espanhol, na época na Renault, superar Michael Schumacher e sagrar-se campeão da Fórmula 1 pela primeira vez.

Neste ano, Alonso já deu provas de que tem desempenho superior ao de Vettel em disputas com chuva. No GP da Malásia, por exemplo, o espanhol subiu ao lugar mais alto do pódio pela primeira vez na temporada. O piloto da RBR, por outro lado, foi apenas o 11º.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade