Motor/Fórmula 1 - ( - Atualizado )

"Igual Chicharito" no Manchester, Pérez quer começar bem na McLaren

Austin (Estados Unidos)

Desde que foi anunciado no final do mês de setembro como o novo piloto da McLaren para a temporada 2013 da Fórmula 1, Sergio Pérez segue pensando em sua vida na nova equipe. E quem pensa que o mexicano de 22 anos não tem metas muito ambiciosas para o próximo ano, está muito enganado.

Ao ser questionado sobre o objetivo que deseja cumprir em sua primeira temporada com a escuderia de Woking, o piloto do México não se esquivou e disse, de forma enfática, que só há uma meta: “ser campeão”.

“Precisa ganhar para conseguir isso. Sei que vai ser muito difícil ganhar o campeonato, mas é realmente o que eu quero”, destacou, em entrevista à CNN.

Porém, Pérez admite que ocupar o lugar do britânico Lewis Hamilton não será uma tarefa das mais simples de se cumprir. “Com certeza, tenho que preencher um grande vazio. Acho Lewis Hamilton muito bom e talvez seja o mais rápido. Vai ser difícil fazer o mesmo que ele”, frisou.

Além de demonstrar sua admiração por Hamilton, Sergio Pérez fez questão de elogiar o futuro companheiro de equipe, Jenson Button. “Conversei com ele um pouco desde que cheguei na McLaren. Parece ser um cara muito bom e creio que será divertido tê-lo como parceiro. É um piloto muito complicado de se superar e muito experiente. É um dos mais rápidos”, afirmou.

Amigo pessoal do atacante do Manchester United, ‘Chicharito’ Hernández, seu conterrâneo de Guadalajara, o piloto comparou a sua chegada à McLaren à contratação do jogador pelo time inglês. “Creio que seja similar. Espero começar na McLaren como Chicharito começou no Manchester United”, confessou Pérez.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade