Motor/Fórmula 1 - ( )

Manifestação de torcedores em Interlagos emociona Schumacher

André Sender e Bruno Ceccon São Paulo (SP)

A corrida é em São Paulo, casa de Felipe Massa e Bruno Senna, a decisão do título da temporada é entre Sebastian Vettel e Fernando Alonso, mas muitas manifestações da torcida no Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 são de homenagem a Michael Schumacher.

O alemão, heptacampeão mundial da categoria, se aposentará após a prova paulistana neste domingo, pela segunda vez, e se disse emocionado com a presença de tantos fãs nas arquibancadas em Interlagos. Ao longo do circuito, bandeiras e faixas com dizeres em português, espanhol, inglês e alemão celebram a carreira de Schumacher.

"Obviamente fico tocado com isso. É um gesto muito legal dos meus fãs e das pessoas que amam o automobilismo. É bom saber que elas apreciam o que fiz por tanto tempo", disse Schumacher após o treino classificatório para o GP do Brasil, neste sábado.

Mas os fãs não são os únicos a homenagearem Schumacher neste fim de semana. A organização da corrida também prepara uma cerimônia para celebrar os feitos da carreira do piloto alemão que já contabiliza 155 pódios, 1560 pontos, 91 vitórias e 68 pole positions em 307 corridas.

Em 2006, a última corrida do alemão também foi em São Paulo e, na ocasião, Pelé lhe entregou um troféu antes da prova. Schumacher foi o quarto colocado daquela prova e acabou como vice-campeão do Mundial, já que o espanhol Fernando Alonso ficou em segundo e garantiu o bicampeonato da categoria.

AFP
Michael Schumacher ficou emocionado com as demonstrações de carinho dos torcedores em Interlagos
Neste domingo, o alemão da Mercedes inicia a corrida apenas na 13ª colocação e com chances remotas de vitória, mas mesmo assim garante que a despedida não afetará sua concentração durante a última prova de sua carreira na Fórmula 1.

"Talvez pensarei sobre esse assunto em alguns momentos, como quando estiver indo para a prova, ou após receber a bandeira quadriculada. Mas sei que no carro estarei 100% focado", afirmou Schumacher.

Além da despedida do maior campeão da história da Fórmula 1, o GP do Brasil é palco da definição do título da temporada entre o alemão Sebastian Vettel e o espanhol Fernando Alonso. A prova é também a última de Lewis Hamilton como piloto da McLaren. Em 2013, o britânico será o substituto de Schumacher na Mercedes.

Veja as chances de cada piloto no Mundial:

 
 

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade