Motor/Fórmula 1 - ( - Atualizado )

Massa chega a Interlagos com filho uniformizado e sonha com vitória

André Sender e Bruno Ceccon São Paulo (SP)

O brasileiro Felipe Massa chegou ao Autódromo de Interlagos pouco depois das 10 horas (de Brasília). Ao lado da esposa Raffaela e do filho Felipinho, devidamente trajado com uma camisa polo da Ferrari, o piloto da escuderia manifestou o desejo de fazer seu melhor resultado da temporada neste domingo.

Nas 19 etapas anteriores, o recorde de Massa foi o segundo lugar alcançado no Grande Prêmio do Japão. Desta forma, o piloto quebrou um jejum de aproximadamente dois anos sem subir ao pódio, algo que não fazia desde a edição de 2010 da etapa sul-coreana.

“Se eu conseguir subir no primeiro lugar do pódio, vai ser a realização de mais um sonho. Tudo é possível. Seria ótimo fazer o melhor resultado da temporada nessa corrida e seria também uma ótima preparação para o ano que vem”, afirmou o brasileiro.

Massa venceu pela última vez no Grande Prêmio do Brasil de 2008, quando perdeu o título para o britânico Lewis Hamilton por apenas um ponto. Ainda que sonhe com a possibilidade de quebrar o jejum em Interlagos, ele pode ser obrigado a assumir o papel de escudeiro do companheiro Fernando Alonso, ainda na briga pelo título.

AFP
Piloto brasileiro Felipe Massa chega ao Autódromo de Interlagos ao lado da família e sonha com uma vitória
“Não tem lugar tão especial como o Brasil. É o lugar mais incrível para correr, principalmente para um brasileiro. Eles (os estrangeiros) não conseguem sentir o que brasileiro sente quando corre aqui”, afirmou o piloto, intensamente assediado em sua chegada ao circuito.

Todos os principais pilotos da categoria chegaram ao Autódromo de Interlagos antes das 10h45. O desembarque dos candidatos ao título, o alemão Sebastian Vettel e o espanhol Fernando Alonso, foi tumultuado por fãs, repórteres, fotógrafos e cinegrafistas.

Com 13 pontos de vantagem sobre Alonso, Vettel garante o tricampeonato caso termine entre os quatro primeiros colocados do Grande Prêmio do Brasil. Ambos brigam pelo status de mais jovem tricampeão da história da Fórmula 1, feito atualmente no currículo do brasileiro Ayrton Senna.

Veja as chances de cada piloto no Mundial:

 
 

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade