Motor/Fórmula 1 - ( - Atualizado )

Massa mira vitória e torce por título de Alonso com segundo lugar

André Sender e Bruno Ceccon São Paulo (SP)

Ainda que Fernando Alonso esteja na luta pelo tricampeonato, Felipe Massa sonha com a possibilidade de vencer o Grande Prêmio do Brasil. Questionado sobre como pode ajudar seu companheiro na Ferrari na prova deste domingo, o piloto disse mirar um triunfo em Interlagos e torcer pelo título do espanhol com um segundo lugar.

“Vou tentar vencer pela terceira vez, essa é a abordagem correta para a corrida. É um lugar muito especial para mim e vou tentar vencer. Espero que o Alonso possa terminar em segundo sem problemas para ganhar o campeonato”, disse o brasileiro na manhã desta quinta-feira.

A uma etapa do final do Mundial, o alemão Sebastian Vettel tem 13 pontos de vantagem sobre Alonso na liderança. Para garantir o tricampeonato com um segundo lugar no Brasil, o espanhol precisa torcer para seu rival terminar, no máximo, na oitava colocação.

Felipe Massa ganhou o Grande Prêmio do Brasil pela primeira vez em 2006. No ano seguinte, trocou de posição nos boxes com o finlandês Kimi Raikkonen, seu companheiro de equipe na época, que garantiu o título ao vencer a prova paulistana. Em 2008, o piloto voltou a triunfar em casa, mas perdeu o campeonato para o britânico Lewis Hamilton por um ponto.

A vitória em Interlagos há quatro anos foi a última de Felipe Massa na Fórmula 1. Ofuscado por Fernando Alonso nas últimas temporadas, o brasileiro quebrou um jejum de quase dois anos sem subir ao pódio com o segundo lugar no Grande Prêmio do Japão.

AFP
Lewis Hamilton conversa com Felipe Massa: o piloto brasileiro sonha com a terceira vitória no Autódromo de Interlagos
Após começar a temporada em baixa, Massa evoluiu na segunda metade do campeonato. Nas últimas oito corridas, disputadas a partir de agosto, o brasileiro somou 82 de seus 107 pontos – em meio à recuperação, renovou o contrato com a Ferrari até o final de 2013.

“Foi uma temporada muito difícil. Sofremos em algumas corridas, sempre acontecia algo que me impedia de terminar no lugar certo. Depois de agosto, eu diria que as coisas melhoraram. Fizemos uma segunda metade muito boa, foi uma boa preparação para a próxima temporada”, declarou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade