Motor/Fórmula 1 - ( - Atualizado )

Massa se desculpa por emoção, lembra “porradas” e quer ano diferente

André Sender e Bruno Ceccon São Paulo (SP)

O terceiro lugar no Grande Prêmio do Brasil, disputado na tarde deste domingo, deixou o brasileiro Felipe Massa emocionado. Após chorar em cima do pódio, o piloto da Ferrari pediu perdão, lembrou as críticas recebidas ao longo do campeonato e avisou que espera uma temporada diferente em 2013.

“A corrida hoje poderia ter acabado diferente para mim, mas o que tenho a dizer é que amo essa torcida, amo correr aqui e isso me emociona muito. Nunca tinha chorado desse jeito. Desculpa pelo que aconteceu, mas foi de coração”, disse o brasileiro, com a voz rouca.

“É sensacional correr diante dessa torcida maravilhosa. Não sei dizer por que aconteceu isso comigo hoje, mas a emoção era enorme por estar correndo na frente da torcida e por não estar chegando na posição que deveria. Você precisa correr se divertindo, é o que não estava fazendo até a metade do campeonato e estou fazendo agora”, disse.

O pódio na última etapa do calendário serviu como uma espécie de desabafo depois de uma temporada de altos e baixos. Após uma série de resultados inexpressivos na primeira parte do campeonato, Massa penou para renovar o contrato com a Ferrari, e o acordo até 2013 foi fechado apenas em meio à evolução demonstrada no segundo semestre.

“Foi um momento muito emocionante para mim. Tive um começo de ano muito difícil psicologicamente, tomando porrada de tudo quanto é lado. Em agosto, pensei: ‘ou vai ou racha, o importante é fazer o que você gosta’. Quando passei a pensar assim, voltei a ser competitivo e a fazer o que fiz em toda as categorias”, explicou Massa.

AFP
No Grande Prêmio do Brasil, mais uma vez Felipe Massa foi obrigado a ceder sua posição para Fernando Alonso
Apesar da euforia do brasileiro, em Interlagos ele foi obrigado, mais uma vez, a ceder sua posição ao companheiro Fernando Alonso. Como o espanhol ainda tinha chance de tirar o título do alemão Sebastian Vettel, Massa precisou entregar a segunda colocação ao europeu.

“Aconteceu de tudo na corrida. Adotei uma estratégia que não deu certo e acabei perdendo muitas posições. Então, fiz uma prova emocionante. Tentei ajudar o Fernando dando minha posição, porque ele ainda tinha chance de vencer o campeonato. Poderia terminar em uma posição melhor, mas a corrida foi fantástica”, disse.

Felipe Massa não vence desde o Grande Prêmio do Brasil de 2008 e passou quase dois anos sem terminar entre os três primeiros, jejum que foi quebrado recentemente com o segundo lugar no Japão. Embalado após mais um pódio, Massa, que pontuou nas últimas 10 corridas, já projeta a próxima temporada.

“Isso é só uma preparação para o ano que vem. Quero um ano diferente e competitivo. Isso é tudo que eu quero”, resumiu o brasileiro, que terminou o campeonato, conquistado por Vettel, apenas na sétima colocação, com um total de 122 pontos ganhos em 20 corridas.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade