Motor/Fórmula 1 - ( )

Mesmo fora do cockpit, Schumacher admite que pode seguir na Mercedes

Brackley (Inglaterra)

O agora ex-piloto de Fórmula 1 Michael Schumacher, que encerrou sua carreira no GP de Interlagos no sábado, deu a entender que pode continuar trabalhando na Fórmula 1. Mesmo após sua segunda aposentadoria, o alemão deve continuar na Mercedes.

“É claro que estou conversando com a Mercedes para ver o que faremos juntos”, declarou o heptacampeão mundial, que seguiu na Ferrari como conselheiro após sua primeira aposentadoria.

O alemão acredita que não será difícil conseguir bons empregos na Fórmula 1 mesmo deixando o cockpit. “Existem boas ideias e boas opções. Estou bastante certo de que meu calendário ficará completo com facilidade”, comentou.

13º colocado na temporada de 2012 da Fórmula 1, Michael Schumacher admitiu que ainda não tem o futuro definido, mas indicou que deve seguir ao lado de pessoas com quem costumou trabalhar durante a carreira.

“Eu não tenho planos concretos para o futuro, mas continuarei trabalhando com alguns parceiros com quem trabalhei durante minha carreira na Fórmula 1”, completou o ex-piloto da Mercedes.

AFP
Após sete títulos mundiais, o alemão Michael Schumacher se despediu da Fórmula 1 em Interlagos

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade