Motor/Fórmula 1 - ( - Atualizado )

Oitavo em Austin, Senna fala em dia difícil, mas espera evolução

Austin (Estados Unidos)

No segundo treino livre para o Grande Prêmio dos Estados Unidos, Bruno Senna se recuperou do desempenho apagado da primeira sessão desta sexta e ficou em oitavo, inclusive superando seu companheiro de Williams Pastor Maldonado, 12º colocado.

Ao comentar sobre o novo circuito de Austin, que recebe sua primeira prova do calendário da Fórmula 1, o brasileiro fez elogios. “A pista é desafiadora, por isso foi ótimo andar muito nesta sexta. É muito rápida e está um pouco escorregadia no momento, mas a aderência está quase boa”, disse Senna, que permanece com futuro incerto na maior categoria do automobilismo mundial. “A aderência esteve complicada o dia todo, não apenas em função da temperatura baixa, mas também pela falta de emborrachamento de uma pista nova. É certo que ela ainda vai mudar muito e temos de acompanhar essa evolução. Aqui, se você sai do traçado, pega sujeira e leva pelo menos duas voltas para limpá-los. Acho que se manter na pista será um dos grandes desafios do fim de semana”, continuou.

Apesar do bom oitavo lugar, Bruno Senna não deixou de destacar o treino complicado pelo qual passou e afirmou que ainda precisa compreender melhor o comportamento do FW34, carro da Williams, para tentar realizar uma boa corrida no Texas.

“Foi uma sessão difícil, porque ainda preciso me acostumar com o carro e os pneus. Precisamos continuar trabalhando para tentar entender melhor o acerto do carro e melhorar para nos certificar de que tudo estará certo neste final de semana”, finalizou.

Neste sábado, às 13h (de Brasília), mais uma sessão de treinos livres em Austin será realizada, com o treino classificatório tendo seu início às 16h. O Grande Prêmio dos Estados Unidos será disputado no domingo, a partir das 17h.

AFP
Bruno Senna elogiou o novo circuito de Austin, mas ainda fez algumas ressalvas em relação ao asfalto

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade