Motor/Fórmula 1 - ( - Atualizado )

“Poderia terminar na frente do Alonso”, diz Massa após sacrifício

Austin (Estados Unidos)

Para colocar Fernando Alonso do lado limpo do grid de largada, a Ferrari decidiu trocar o câmbio de Felipe Massa que, punido em cinco posições, partiu no 11º lugar, o que permitiu ao espanhol começar em sétimo. Sacrificado pela própria equipe, o brasileiro garantiu que seria capaz de terminar à frente do companheiro.

“Com certeza, eu poderia ficar na frente do Alonso nessa corrida, mas fiz um trabalho muito bom. Acho que o melhor que você pode fazer para as pessoas que ficam em casa falando, falando e falando sobre nada é esse resultado”, afirmou o piloto, que recentemente teve seu contrato com a Ferrari renovado até 2013.

Depois de largar apenas na 11ª colocação, Massa cruzou a linha de chegada em quarto, logo atrás de Alonso. Antes mesmo do começo da prova, a Ferrari divulgou um comunicado para garantir que os dois pilotos concordaram com a medida de trocar o câmbio.

“Com certeza, eu não estava feliz nessa manhã. É impossível ver um piloto feliz entregando cinco posições apenas para ajudar seu companheiro ou sua equipe, mas sabemos como isso é importante. Talvez não seja fácil encontrar outro piloto que faria isso. Acho que é a direção mais honesta a seguir”, afirmou.

AFP
Prejudicado pela Ferrari, o brasileiro Felipe Massa cruzou a linha de chegada na quarta colocação em Austin
Posicionado do lado limpo da pista, Alonso ganhou três posições na largada e ainda contou com a quebra do australiano Mark Webber (Red Bull) para assumir o terceiro lugar. Desta forma, a decisão do título ficou para a etapa do Brasil, já que o alemão Sebastian Vettel (Red Bull) tem 13 pontos de vantagem sobre o espanhol (273 a 260).

“O que fizemos hoje foi fantástico. Não estava feliz no começo, mas estou agora. Deus sabe o que faz. Nós temos apenas que confiar e dar o nosso melhor. Essa talvez foi minha melhor corrida no ano. Para mim, foi como uma vitória”, declarou o brasileiro, que precisou se recuperar após uma largada pouco promissora.

“Começando em 11º, achei que ganharia mais posições no começo e ganhei apenas uma. Mas depois disso pensei apenas em fazer ultrapassagens, e consegui. Tive um ritmo incrível durante todo o final de semana”, encerrou Massa.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade