Motor/Fórmula 1 - ( - Atualizado )

Senna é eliminado no Q2 e larga em 11º em casa

São Paulo (SP)

O brasileiro Bruno Senna ficou fora da briga pela pole position do Grande Prêmio do Brasil de Interlagos. O representante da Williams fez apenas o 12º tempo do Q2, neste sábado, 1min14s219, e acabou eliminado da atividade.

Seu companheiro na equipe britânica, o venezuelano Pastor Maldonado avançou com a sexta melhor marca, mas acabou perdendo dez posições no grid por não pesar seu carro após o Q2 e caiu da sexta para a 16ª colocação do grid. A punição beneficiou Senna, que começa a prova de domingo em 11º.

Já Felipe Massa sofreu, mas conseguiu avançar no treino classificatório. Ele foi o décimo colocado com 1min14s048, tempo estabelecido em sua última tentativa em Interlagos. O espanhol Fernando Alonso também não teve vida fácil e passou em nono.

O alemão Michael Schumacher, que se aposenta após a prova paulistana, fez a 14ª marca e também acabou fora da briga pelas dez primeiras colocações.

A segunda parte do treino classificatório em São Paulo começou agitada, com os pilotos da Ferrari deixando os boxes ainda em seus primeiros minutos. Os rivais da Red Bull e McLaren, no entanto, esperaram mais antes de se aventurar na pista.

Com o sol voltando a aparecer com força sobre o circuito de Interlagos, o asfalto esquentou rapidamente. A exemplo dos rivais, Sebastian Vettel saiu com pneus médios e estabeleceu a melhor volta da sessão, 1min13s209.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade