Motor/Fórmula 1 - ( - Atualizado )

Villeneuve torce por Alonso e critica Vettel: “reage como criança”

Austin (Estados Unidos)

Campeão mundial com a Williams em 1997, o canadense Jacques Villeneuve declara abertamente sua torcida pelo espanhol Fernando Alonso na disputa pelo título com o alemão Sebastian Vettel. Ele reconhece o potencial do jovem da Red Bull, mas critica seu comportamento nos momentos agudos.

“O Seb é super rápido, mas há uma diferença em relação ao Fernando que aparece nas situações adversas. O Alonso permanece calmo, frio e racional, enquanto o Vettel, na maioria das vezes, fica aborrecido, bravo, grita e mostra o dedo médico. Ele reage como uma criança”, disse Villeneuve à revista Autosprint.

Com 255 pontos ganhos, Vettel lidera o Mundial a duas etapas do final. O piloto alemão pode, inclusive, comemorar seu terceiro título consecutivo no Grande Prêmio dos Estados Unidos, marcado para o próximo domingo, já que Alonso tem 10 pontos a menos.

“Esses comportamentos indicam dois diferentes estágios de maturidade. Sejamos claros: o Sebastian é fora de série também, mas sofre mais em situações críticas. Ele parece quase invencível quando lidera, mas fica vulnerável se precisa de ultrapassagens. O Fernando é o melhor e por isso torço por ele”, disse o canadense.

AFP
O alemão Sebastian Vettel pode ganhar seu terceiro título consecutivo no Grande Prêmio dos Estados Unidos
A performance de Vettel no Grande Prêmio de Abu Dhabi não foi suficiente para comover o campeão mundial de 1997. Nos Emirados Árabes, Vettel largou dos boxes e protagonizou uma corrida de recuperação para cruzar a linha de chegada no terceiro posto.

“Enquanto se recuperava, ele tocou no Senna e danificou a asa dianteira. Depois, perdeu o controle do carro e bateu na entrada do safety car. Um erro muito grave que teve consequências leves. Ele mostrou ser muito rápido, mas teve sorte e não mudo minha opinião: o Alonso merece mais o título de 2012”, afirmou Villeneuve.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade