Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Atrás de reforços do Real, Milan pode ser parceiro do time de Conca

Milão (Itália)

Com elenco esvaziado e sofrendo com graves problemas financeiros, o Milan corre contra o tempo para reforçar a equipe e buscar soluções para recuperar os cofres. Sem desistir de Kaká e de olho em outros jogadores do Real Madrid, os rossoneriestão perto de firmar uma parceria com o Guangzhou Evergrande, da China, para viabilizar as contratações na janela de transferências no inverno europeu.

Treinado pelo italiano Marcello Lippi, o time que conta com o argentino Darío Conca tem se aproximado dos dirigentes milanistas e passarão por um período em Milanello durante o mês de dezembro. Yongzhuo Liu, milionário e dono do atual campeão chinês, busca apoio do Milan para divulgar sua marca pelo mundo e, em troca, pode financiar a chegada de alguns jogadores.

Sem perder tempo, o vice-presidente Adriano Galliani teria embarcado para Madri para iniciar as conversas por três reforços: Ricardo Carvalho, Raulo Albiol e Kaká. Os dois primeiros chegariam para resolver a irregularidade da zaga treinada por Massimiliano Allegri. Afastado por José Mourinho, Carvalho não terá obstáculos caso queira deixar a Espanha, já Albiol, é constantemente aproveitado entre os titulares e exigiria maiores investimentos dos italianos.

Ídolo e eleito melhor jogador do mundo em 2007 com a camisa do Milan, Kaká é o sonho de consumo do proprietário do clube, Silvio Berlusconi. Além disso, o retorno do brasileiro seria uma espécie de resposta à torcida após as saídas do zagueiro Thiago Silva e do atacante Zlatan Ibrahimovic para o Paris Saint-Germain no meio deste ano.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade