Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Maluf diz que possível proposta milionária por Bernard é irrecusável

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

O meia-atacante Bernard, revelação do Atlético-MG neste Campeonato Brasileiro, pode deixar o clube no final da competição nacional. O diretor de futebol Eduardo Maluf afirmou que, caso o Galo receba uma proposta oficial de 20 milhões de euros, aproximadamente R$ 52 milhões, o clube não teria condições de recusar. Este valor é especulado na imprensa mineira. O Spartak Moscou, da Rússia, e o Shakhtar Dotsk, da Ucrânia, teriam manifestado o interesse no jovem atleta, oferecendo aproximadamente este valor.

"Chega aqui uma proposta de 20 milhões de euros. Nós já vimos esse filme com o Ronaldo no Grêmio, eu não esqueço disso. Naquela época teve uma proposta pelo Ronaldo de 25 milhões de dólares. Era dinheiro que demorava um mês para contar. E aí o Grêmio colocou uma faixa dizendo ‘Aqui não se vende craque'. Poucos meses depois Grêmio e Ronaldo brigaram, foram para a justiça e o Grêmio foi receber na Fifa 6 milhões de dólares", disse.

Bruno Cantini/CAM
Com grande respaldo da torcida atleticana, Bernard pode ter recebido proposta milionária do futebol europeu
Para Eduardo Maluf, com 20 milhões de euros o Atlético-MG conseguiria estabilizar as finanças do clube e ainda teria condições de buscar atletas no mercado para substituir Bernard. Desta forma, o dirigente voltou a frisar que este valor é irrecusável no momento.

"Então eu acho que tem um momento que você não pode brincar e se você tem uma proposta de 20 milhões de euros, que é quase o orçamento de um ano, você não pode abrir mão. Com 20 milhões de euros você repõe a peça e coloca o clube viável financeiramente", explicou.

Questionado sobre o avante Guilherme, Maluf explicou que o Atlético-MG recebeu uma oferta oficial de 10 milhões de euros, mas optou por não vender o atleta. "O CSKA nos ofereceu 10 milhões de euros pelo Guilherme em agosto. Porém, naquele momento, nós entendemos que não era a hora de negociá-lo", declarou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade