Futebol Internacional/Liga dos Campeões da Europa - ( - Atualizado )

Após apagão, Man. United vira sobre Braga e garante vaga nas oitavas

Braga (Portugal)

O Braga esteve muito perto de vencer o Manchester United, nesta quarta, em Portugal, e devolver a derrota da última rodada da Liga dos Campeões. Mas uma lambança do goleiro Beto e os vacilos da defesa em momentos cruciais permitiram uma virada para 3 a 1, depois dos 30 do segundo tempo, e deram a vaga nas oitavas de final aos ingleses.

Com um primeiro tempo cauteloso, os donos da casa abriram o placar em pênalti – duvidoso – convertido pelo brasileiro Alan, logo no início da segunda etapa. A partida ficou cerca de dez minutos paralisada por conta de problemas na iluminação, o que pareceu ajudar o Manchester a se recompor.

Em cerca de 15 minutos, porém, os ingleses viraram. Van Persie, após saída errada de Beto, Rooney, de pênalti, e Chicharito Hernández, em rebote, fizeram os gols do United.

Já classificado e com 100% de aproveitamento até agora – são 12 pontos –, o Manchester United tenta, agora, garantir a primeira colocação do Grupo H contra o Galatasaray, na Turquia. O Braga, que só venceu uma vez e perdeu as outras três, amarga a lanterna da chave e faz jogo fundamental contra o Cluj, na Romênia, para manter as chances de avançar na competição.

AFP
Alan bateu bem o pênalti com perfeição e deixou seu terceiro gol em duas partidas com o Manchester United

Tanto Manchester United como Braga não abriram mão da cautela na primeira metade do jogo e tocaram lentamente a bola nos minutos iniciais, buscando espaços nas defesas adversárias.

A equipe portuguesa fez um primeiro defensivamente perfeito e não deu chances à dupla ofensiva Welbeck e Chicharito Hernández. Enquanto Douglão e Nuno Coelho limpavam a área atrás, na frente Rúben Micael e Éder esperavam por oportunidades.

E elas vieram para os dois jogadores, nas poucas vezes que uma das equipes ameaçou efetivamente. O meia, que se movimentou muito, bateu da entrada da área aos 15 minutos e quase marcou um belo gol, no ângulo.

Quem chegou mais perto de marcar, porém, foi Éder. O centroavante guineense mergulhou de peixinho para carimbar a trave de De Gea, que estava vendido no lance. O brasileiro Alan também faria o goleiro trabalhar, em bom chute cruzado.

AFP
Robin Van Persie entrou para empatar a partida

O Braga seguiu melhor depois do intervalo e, logo aos cinco minutos conseguiu um pênalti, duvido, marcado pelo árbitro alemão Felix Brych. Custódio recebeu pelo meia direita e, ao invadir a área, forçou a passagem e trombou com Evans, que não se mexeu.

Na cobrança, Alan, que já havia marcado duas vezes na Inglaterra, não deu chances a De Gea e bateu firme, no alto, para abrir o placar.

Alguns minutos depois, a iluminação do estádio municipal de Braga caiu e deixou o gramado às escuras. A partida ficou interrompida por cerca de dez minutos.

Depois do retorno da luz, o United melhorou na partida, ao passo que os donos da casa se retraíram e apostaram nos contra-ataques, insistentemente desperdiçados pelos erros de passe de Rúben Micael.

Beto, no entanto, estragou os planos portugueses. Em um vacilo tremendo, saiu do gol na hora errada e deixou tudo aberto para Van Persie empatar.

Na sequência, o Rooney pegou sobra de Chicharito e caiu na área. O árbitro demorou, mas marcou o pênalti para os ingleses. Na batida, o próprio Rooney colocou no ângulo de Beto, para virar. Chicharito Hernández deu números finais a placar, ao tentar duas vezes e, caído, marcar o terceiro e colocar o Manchester United nas oitavas da Liga do Campeões.

Galatasaray vence Cluj e embola grupo

Apesar de jogar na Romênia, o Galatasaray conseguiu uma boa vitória sobre o Cluj, com show de  Burak Yilmaz. O atacante turco marcou o três gols da vitória de 3 a 1 e recolocou a equipe na disputa pela classificação à segunda fase competição européia. Para os romenos, que estão empatados com os turcos com quatro pontos, Sougou descontou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade