Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Shevchenko é convidado para ser técnico da seleção ucraniana

Kiev (Ucrânia)

Maior jogador da história da Ucrânia, o ex-atacante Andriy Shevchenko foi convidado para dirigir a seleção do país europeu. A oferta veio a público por meio de comunicado divulgado no site oficial da Federação Ucraniana. O cargo está vago há dois meses, quando Oleg Blokhin se transferiu para o Dinamo de Kiev.

No comunicado, o presidente da entidade máxima do futebol ucraniano, Anatoliy Konkov, relevou a falta de experiência de Shevchenko apara assumir o cargo, citando o exemplo de Pep Guardiola no comando do Barcelona.

“Guardiola alcançou resultados incríveis em poucos anos. Tenho certeza de que Shevchenko será capaz de conquistar grandes países do futebol como técnico da Ucrânia. Ele tem a experiência e o caráter necessários. (...) Ele foi comandado por técnicos lendários, como Valeriy Lobanovskiy [ex-treinador da seleção ucraniana e soviética], Carlo Ancelotti e José Mourinho, e tem uma habilidade única para absorver o talento, o conhecimento e a experiência deles”, afirmou.

Shevchenko, de 36 anos, se aposentou em junho deste ano, após a disputa da Eurocopa. Com passagens por Milan, Chelsea e Dinamo de Kiev, ele se tornou o maior artilheiro da história da seleção ucraniana, com 56 gols marcados em 111 jogos.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade