Futebol/Campeonato Inglês - ( )

Sunderland surpreende o Fulham em Londres e se afasta da degola

Londres (Inglaterra)

Precisando de uma vitória para se distanciar da zona de rebaixamento do Campeonato Inglês, o Sunderland visitou o Fulham no estádio Craven Cottage e conseguiu surpreender o time do ex-Manchester United Dimitar Berbatov. Jogando com um jogador a mais desde os 31 minutos do primeiro tempo, os Black Cats se aproveitaram da vantagem e venceram por 3 a 1.

Concentrado no campo de defesa, o time comandado pelo técnico Martin O’Neill levou sufoco durante a primeira etapa e os zagueiros causavam calafrios na torcida presente em Londres. Quando a pressão aumentava ainda mais com a entrada do colombiano Hugo Rodallega, os Cottagers levaram um duro golpe com a rigorosa expulsão do zagueiro norueguês Brade Hangeland.

De volta dos vestiários, o Sunderland parecia mais organizado e logo fez valer a vantagem numérica em campo. Com apenas cinco minutos da etapa complementar, Adam Johnson lançou para o escocês Steven Fletcher brigar com o zagueiro suíço Phillipe Senderos e bater o goleiro australiano Mark Schwarzer.

AFP
Expulsão do zagueiro e capitão Hangeland foi determinante para o crescimento do Sunderland na partida
Sem se abater, o Fulham foi ao ataque e contou com Mladen Petric, substituto de Bryan Ruiz na partida, para deixar tudo igual. O irlandês Damien Duff recebeu em posição duvidosa e tocou na medida para o crotata empatar. Lesionado, Petric deixou os mandantes com nove jogadores provisoriamente e o Sunderland aproveitou.

Johnson cruzou e o zagueiro espanhol Carlos Cuéllar subiu para marcar seu primeiro gol com a camisa do clube. Para encerrar qualquer chance de reação dos donos da casa, o meia Stéphane Sessègnon chamou a responsabilidade. O francês limpou a marcação e chutou sem chances para Schwarzer para definir o placar.

Com o resultado, o Sunderland, novo 15º colocado, chega aos 12 pontos na tabela da Premier League e abre boa vantagem para a zona de rebaixamento, ficando a seis pontos do antepenúltimo Reading. Com 16, o Fulham segue na nona posição, mas vê o pelotão de frente se distanciar na briga pelas vagas em competições europeias.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade