Futebol/Campeonato Francês - ( - Atualizado )

Técnico do milionário PSG, Ancelotti vê crise: "Não somos um time"

Paris (França)

Apesar das caras contratações feitas pelo Paris Saint-Germain para esta temporada, a equipe ainda não conseguiu deslanchar no Campeonato Francês. Derrotado pelo Rennes, no sábado, o técnico da equipe parisiense, Carlo Ancelotti, não escondeu sua frustração com os recentes resultados e admitiu viver uma crise.

“Estou muito irritado. Não tivemos uma boa postura no campo, e é um momento complicado, pois perdemos dois jogos em casa e não é algo aceitável para o time que queremos ser. Estamos em crise e não tenho problemas em dizer isso. Precisamos passar isso rapidamente, e para isso devemos ter atitude, caráter e profissionalismo”, decretou o comandante.

Além de ter o brasileiro Nenê, artilheiro do último francês, o PSG, com o apoio do xeque catariano e atual dono do clube, Nasser Al-Khelaifi, trouxe Ibrahimovic, Thiago Silva e Lavezzi. As contratações, porém, não colocaram o time além da vice-liderança na Ligue 1, após 13 jogos disputados. Com 23 pontos, os parisienses estão dois atrás do Lyon, atual ponteiro com um jogo menos.

Para deslanchar, Ancelotti já admite que precisará fazer mudanças. “Todos precisam de algo mais. Estou aqui para montar um time, e neste momento, nós não somos um time”, decretou o treinador. Sem vencer há três jogos, o PSG volta a campo pelo Francês no próximo sábado, quando recebe no Parc des Princes o vice-lanterna Troyes.

AFP
Thiago Silva (esq.) dá carrinho para tentar cortar ataque: seu time, o PSG, vive crise, segundo o técnico Ancelotti

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade