Futebol/Liga dos Campeões da Europa - ( - Atualizado )

Zenit reage, segue vivo com 2 a 2, mas Málaga consolida liderança

São Petersburgo (Rússia)

Mesmo atuando no estádio Petrovsky, em São Petersburgo, o Málaga chegou a abrir 2 a 0 diante do Zenit, do brasileiro Hulk, com gols marcados por Buonanotte e Seba Fernández nos dez primeiros minutos de bola rolando. Apenas na etapa complementar, aos quatro e aos 41 minutos, Danny e Fayzulin definiram o empate por 2 a 2 e mantiveram os russos vivos, sem evitar, no entanto, que os espanhóis sacramentassem a condição de líderes do Grupo C da Liga dos Campeões da Europa a uma rodada do fim da fase de grupos

Ao atingir 11 pontos, o Málaga se torna um adversário inalcançável para Milan e Anderlecht, que se enfrentam nesta quarta-feira e podem diminuir a vantagem para até três pontos. Como o primeiro critério de desempate é o confronto direto, os comandados de Manuel Pellegrini já estão classificados para as oitavas de final do torneio continental no primeiro lugar, e a outra vaga segue em disputa entre italianos com cinco, belgas com quatro, e até mesmo os russos, que igualaram o número de pontos do Anderlecht, não dependem apenas de si, mas ainda sonham com a classificação.

Em ritmo intenso mesmo diante do frio de São Petersburgo e da presença maciça do torcedor do Zenit, o uruguaio Seba Fernández armou contra-ataque em velocidade, pela direita e tocou no meio da área, onde Diego Buonanotte cortou o experiente Anyukov e bateu firme, no canto de Malafeev, para abrir o placar logo aos oito minutos do primeiro tempo.

No minuto seguinte, depois de um recuo mal dado na saída de bola do Zenit, o zagueiro Bruno Alves se enrolou na entrada da área e acabou deixando a bola nos pés de Roque Santa Cruz, que rolou a bola para o meio da área, onde Seba Fernández concluiu de primeira para aumentar a vantagem dos espanhóis com menos de dez minutos de jogo.

Mesmo com Hulk em campo, o Zenit não fez nada além de diminuir o placar aos quatro minutos do segundo tempo, quando Hubocan fez boa jogada pela esquerda e cruzou na área, onde Danny se antecipou à defesa do Málaga e balançou as redes do argentino Willy com precisão. Apesar da pressão nos instantes finais, tendo inclusive uma oportunidade incrível desperdiçada por Kherzhakov depois de driblar o goleiro, o clube russo só igualou a contagem aos 41 do segundo tempo, após um bate-rebate na área que Fayzulin aproveitou para converter.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade