Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Abel elogia Kleina e torce contra degola: "Palmeiras não pode cair"

Presidente Prudente (SP)

Amigo de Gilson Kleina, com quem trabalhou em quatro clubes diferentes a partir de 1999, Abel Braga disse torcer pelo não rebaixamento do Palmeiras, time do qual o colega é o atual comandante e que se encontra sete pontos abaixo do primeiro clube fora da zona de descenso à Série B do Campeonato Brasileiro.

"Quero parabenizá-lo pelo trabalho. Vou torcer para o Palmeiras não cair, assim como vou torcer para o Corinthians no Mundial. Um time como o Palmeiras não pode cair", disse o técnico do Fluminense à TV Bandeirantes, após a vitória por 3 a 2 sobre a equipe alviverde, que deu a seu time o título brasileiro.

"O Palmeiras ganhou a Copa do Brasil. Se o planejamento foi errado, ninguém pensava em fazer errado. Espera aí, não é tudo que está errado. Vou torcer pelo Gilson, porque ele mostrou o caráter que tem. Outros caras foram consultados para assumir o time, mas ele aceitou, mostrou o grande homem que é", completou.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Kleina tenta salvar o Palmeiras da queda à Série B
Abel e Kleina começaram a trabalhar juntos no Coritiba, em 1999. Na época, o agora palmeirense era preparador físico das divisões de base do clube e foi chamado para o profissional. Ainda foram membros da mesma comissão técnica no Olympique de Marselha, no Atlético-MG e no Botafogo.

No domingo, Kleina surpreendeu o amigo ao escalar Correa e Obina como titulares em vez de Luan e Maikon Leite. "O Palmeiras foi a campo de uma maneira não usual. Me engaram, porque li na Internet que o time estava confirmado com três atacantes. Não tínhamos treinado pensando no Palmeiras dessa forma", reconheceu Abel.

O técnico do Fluminense ainda fez questão de elogiar o comportamento da torcida alviverde no Estádio Eduardo José Farah, o Prudentão. "Além de os jogadores terem se entregado em campo, não houve aquele violência propagada antes", salientou o mais novo campeão brasileiro.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade