Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Antes mesmo de treino, Ney Franco confirma reservas contra Ponte

Tossiro Neto Guarulhos (SP)

O técnico Ney Franco havia dito que esperaria o treinamento deste sábado, no CT da Barra Funda, para definir a equipe que enfrenta a Ponte Preta, no dia seguinte, mas resolveu antecipar seu planejamento e confirmar que mandará a Campinas uma formação reserva.

Sem querer conceder entrevista no retorno do Chile em função da demissão de Mano Menezes da Seleção Brasileira, o também ex-funcionário da CBF repassou a informação sobre o time através da assessoria de imprensa do clube.

A escalação em si não foi confirmada e pode ser que um ou outro titular, como o goleiro Rogério Ceni, destoe. É certo, porém, que o atacante Luis Fabiano está fora (suspenso pelo terceiro cartão amarelo) e a maioria das 11 vagas será ocupada por jogadores que não têm sido aproveitado ultimamente. Após entrar na etapa final dos dois últimos jogos, Paulo Henrique Ganso deve começar jogando pela primeira vez.

"É importante poder atuar, ainda mais com o time já classificado (para a próxima edição da Copa Libertadores). Vamos ver como vai ser, mas a expectativa é sempre boa", comemorou o volante Casemiro. "Ele (Ney Franco) falou para descansar e se preparar. Como suplentes, temos que fazer do mesmo jeito, continuar trabalhando, que as oportunidades virão".

A opção por escalar reservas tem como objetivo preservar as principais peças para a segunda partida da semifinal da Copa Sul-americana, na próxima quarta-feira, contra a Universidad Católica, no Morumbi. Após o 1 a 1 em Santiago, o time brasileiro está a um empate sem gol da final.

Para o confronto com a Ponte Preta, uma prévia da equipe, ainda cercada de dúvidas, pode ser Rogério Ceni (Denis); Douglas, Edson Silva, Rhodolfo (João Filipe) e Henrique Miranda (Cortez); Paulo Assunção, Casemiro e Ganso; Ademilson, Cícero (Osvaldo) e Willian José.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade