Futebol/Campeonato Brasileiro Série A - ( - Atualizado )

Bruno admite que palmeirenses não esperavam anulação de jogo no STJD

Edoardo Ghirotto, especial para a GE.Net São Paulo (SP)

O Palmeiras sofreu uma verdadeira ‘goleada’ no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e não conseguiu a anulação do jogo contra o Internacional na última quinta-feira. A decisão unânime do Pleito garantiu nove votos contra o Verdão e manteve a derrota por 2 a 1 para o Inter inalterada. O resultado, entretanto, não influenciou o elenco alviverde.

O desinteresse dos jogadores com o processo movido pela diretoria foi revelado pelo goleiro Bruno, nesta sexta-feira, na Academia de Futebol. O arqueiro admitiu que os atletas já estavam conformados com uma derrota na Justiça Desportiva e nem sequer procuraram se informar sobre quando seria o julgamento que poderia aliviar a crise vivida pelo clube.

“Uma pessoa ou outra comenta e foi assim que a gente ficou sabendo. Ninguém estava se apegando a este resultado ou pensando nisso. A maioria nem sabia que o julgamento seria essa semana. Não podemos depender de um jogo anulado para sair dessa situação. Nós precisamos é fazer o nosso jogo para as coisas acontecerem”, declarou o camisa 1.

Fernando Dantas/Gazeta Press
O gerente de futebol César Sampaio foi até o STJD e não obteve a esperada anulação do jogo com o Inter
Bruno também evidenciou a descrença dos jogadores com a mobilização gerada em torno deste caso e comemorou até certo ponto a decisão tomada pelo júri. “No íntimo, todo mundo já sabia que isso não ia dar em nada. Iria abrir muito precedente para reclamação no futebol brasileiro. Nós só estamos pensando na nossa situação. Precisamos de quatro vitórias em quatro jogos e é com isso que continuamos trabalhando.”

A reclamação do Palmeiras surgiu após o argentino Barcos ter um gol de mão anulado pela arbitragem. Na ocasião, o time alegou que uma possível influência externa teria auxiliado Francisco Carlos Nascimento a apitar o lance. Segundo o departamento jurídico do clube, uma pessoa de fora do confronto comunicou a irregularidade ao quarto árbitro e contribuiu para que o tento alviverde fosse invalidado.

Apesar de basear o processo nas regras estabelecidas pela Fifa e garantir a existência de um vídeo que comprovava a irregularidade na decisão do árbitro, o Palmeiras teve sua atitude reprovada pelo STJD e sofreu uma derrota por nove votos a zero. O fracasso no tribunal manteve o clube com apenas 33 pontos e não alterou a crítica situação vivida na degola do Brasileiro. Na 18ª posição, o time enfrentará o Fluminense, neste domingo, e poderá ser rebaixado com uma combinação de resultados.

Fernando Dantas/Gazeta Press
O goleiro Bruno aprovou a atuação do STJD e admitiu que anular o jogo com o Inter não seria bom para o futebol

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade