Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

CBF acata ordem judicial e Bruno Mendes volta a ser do Guarani

Rio de Janeiro (RJ)

Atendendo a ordem da Justiça do Trabalho, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) publicou nesta segunda-feira a rescisão contratual de Bruno Mendes com o Botafogo e reativou o vínculo do atacante com o Guarani.

O problema contratual foi causado por uma penhora sobre os direitos do clube campineiro pela venda do jogador, como garanti a Andrei, que processa o Bugre por salários atrasados. Como o Guarani não foi repassou nenhum centavo dos valores recebidos pela transferência ao ex-jogador, a Justiça ordenou a anulação dos contratos celebrados entre investidores, Macaé, clube intermediário que empresta o atacante, e Botafogo.

A diretoria alvinegra já se movimenta para que a jovem revelação de 18 anos volte a ter registro ligado ao clube. A assessoria de imprensa informa que o apoio necessário ao jogador está sendo constante.

Bruno Mendes marcou seis gols em oito jogos realizados no Botafogo e caiu nas graças da torcida.

Reprodução/CBF
Bruno Mendes teve os contratos com Botafogo e Macaé rescindidos no BID desta segunda e voltou ao Guarani

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade