Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Com o pai de "espelho", Ricardo Gomes garante: "Eu posso trabalhar"

Rio de Janeiro (SP)

Recuperado de um AVC (acidente vascular cerebral), sofrido no último dia 11 de agosto, em um clássico com o Flamengo, Ricardo Gomes foi anunciado como o novo diretor técnico do Vasco da Gama na manhã desta quarta-feira. O ex-técnico vascaíno, em coletiva de imprensa, revelou que se espelhou no seu pai, que também sofreu de um AVC, para superar o problema de saúde.

“Eu me espelhei no meu pai, que passou por isto também. Mas é claro que era outro mundo. Infelizmente, ele não teve a oportunidade de ter doa a ciência ao seu lado. Médicos, fisioterapias, fono... Não dá para comparar. Mas, para ter forças na minha recuperação”, eu pensei nele”, disse Ricardo Gomes, que chegou a ficar em estado grave, precisando de intervenção cirúrgica.

Marcelo Sadio/vasco.com.br
Recuperado de um AVC, Ricardo Gomes afirmou que tem condições de saúde para retornar ao time
Gomes, que também sofreu um mini-AVC em 2010, quando era treinador do São Paulo, garantiu que tem condições de saúde para assumir a função na diretoria do clube de São Januário. “Não tem questionamento. Eu posso voltar a trabalhar, e quem fala isto são os médicos, que me salvaram. O problema está sanado. Antes eu não tomava remédios. Agora eu tomo”, declarou.

“O Ricardo está liberado pelo departamento médico, entregue à preparação física e já pode jogar por meio-tempo, pelo menos por uns 20 minutos. E será nesta nova função. Ele só não poderá jogar o tempo todo, mas isto deverá acontecer, progressivamente. Ele está recuperado pela parte neurológica e clínica”, assegurou o médico do Vasco presente na coletiva.

De acordo com especialistas, o mini-AVC de 2010 e o AVC de 2011 não têm relação, já que o primeiro foi apenas um “sangramento na cabeça”

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade