Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Corinthians deve enfrentar o São Paulo com os titulares do Mundial

Helder Júnior São Paulo (SP)

O mistério em relação à equipe titular do Corinthians no Mundial de Clubes não irá além de 2 de dezembro, data da última rodada do Campeonato Brasileiro. A intenção do técnico Tite é escalar aqueles jogadores que estarão em ação no Japão diante do São Paulo, no Morumbi.

“Quando terminar o jogo com o São Paulo, o time estará pronto”, assentiu Tite, lembrando que não é adepto do suspense. “Não sou um cara de fazer muito segredo. A tendência é que a gente escolha o time logo.”

Tite pretendia ter uma definição sobre a sua equipe bem antes do clássico da rodada final do Brasileiro. Os desfalques, no entanto, atrapalharam os planos. Enquanto o titular absoluto Danilo se recuperou recentemente de corte no tornozelo direito, o irreverente Emerson ainda não voltou a jogar após se reabilitar de lesão no joelho direito.

As dúvidas de Tite estão justamente no ataque. Sem Emerson, o peruano Guerrero ganhou espaço por atuar mais fixo na área. O argentino Martínez, apesar do desconforto que causou ao ameaçar deixar o clube se não se tornasse titular, recebeu elogios com boas atuações. Assim como Jorge Henrique, enfim reabilitado de contusões. Romarinho foi para a reserva.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Falta pouco para o técnico Tite definir a escalação do Corinthians para os jogos do Mundial de Clubes
“Na defesa, a tendência é manter a composição atual. Mas ninguém está assegurado. Se o nível for outro daqui para a frente, os jogadores vão ser trocados. O encaminhamento só vale para hoje”, advertiu Tite. “Também pode haver lesões, o que não quero que aconteça”, lembrou.

Contra o São Paulo, contudo, todos os titulares do Mundial de Clubes deverão estar em campo. A partida é considerada fundamental para a preparação para o torneio disputado no Japão. “Um tropeço no clássico poderia nos dar um alerta. Não que eu goste disso. Se for para acontecer um choque, prefiro que a gente saia atrás no placar e vire o jogo. Devemos sair com o grau de confiança no limite certo”, avisou Tite.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade