Futebol/Seleção Brasileira - ( - Atualizado )

Cuca se diz lisonjeado por ter nome cogitado para comandar Seleção

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

Ainda diretor de Seleções da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Andrés Sanches praticamente antecipou que Luiz Felipe Scolari será novo técnico da Seleção Brasileira, mas o presidente da entidade José Maria Marin ainda não confirmou o nome. Assim, Pep Guardiola, ex-Barcelona, Tite e até Cuca teriam sido cogitados para assumir a equipe nacional com a saída de Mano Menezes, oficializada na sexta.

Ao saber que seu nome estava sendo ventilado por parte da imprensa nacional, Cuca afirmou que fica lisonjeado em saber que o trabalho feito no comando do Atlético-MG tem sido reconhecido. O treinador lamentou a saída de Mano Menezes, e disse que ainda é jovem e tem que evoluir bastante como treinador para um dia merecer a chance de comandar a Seleção.

“Fico lisonjeado em saber que temos o nome cotado. É maravilhoso. Fico sentido pelo treinador que estava lá, que é o Mano, mas vamos deixar as coisas ao natural. Sou jovem e tenho muito a evoluir na minha profissão, e se Deus quiser um dia vou estar lá”, declarou.

O nome de Cuca foi citado entre os candidatos a comandar o Brasil pelo bom trabalho que vem realizado no Atlético-MG. O treinador afirmou que não sabe se o Galo vai conseguir ficar com o vice-campeonato Brasileiro, mas destacou que os méritos da campanha alvinegra são dos jogadores, que atuaram bem durante quase toda a competição.

“Quero falar uma coisa. Não sei se a gente vai ser segundo ou terceiro. Tomara que seja segundo. Mas temos que enaltecer muito o trabalho e campanha que os jogadores fizeram. Jogaram bem 90, 80% do campeonato, dentro ou fora de casa se lançando ao ataque, muitas vezes não aceitando o empate, como foi contra o Botafogo”, afirmou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade