Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Dani Alves reforça coro por saída de Neymar e compara Ganso a Zizou

Barcelona (Espanha)

Um dos jogadores brasileiros mais badalados na atualidade, o lateral direito Daniel Alves resolveu opinar sobre a situação de Neymar Companheiro do craque na Seleção Brasileira, o camisa 2 do Barcelona aconselhou o santista a deixar o Brasil e deixou as portas do Camp Nou abertas. Além disso, aproveitou para comparar o futebol de Paulo Henrique Ganso ao da lenda francesa Zinedine Zidane.

Em entrevista concedida ao jornal argelino Le Buteur, o brasileiro reforçou o discurso de nomes como Ronaldo Fenômeno e Cafu e, pelo amadurecimento do amigo, pediu a transferência de Neymar para o futebol do Velho Continente. Segundo ele, esse é o único fator que deixa o atacante do Santos distante de Lionel Messi.

“A única diferença entre estes dois grandes jogadores é que Messi joga na Europa e Neymar joga no Brasil. Ele e Ganso são dois grandes jogadores, mas eles ainda não têm a disciplina tática, essa maturidade, responsabilidade de saber que eles são importantes em uma equipe. Neymar deve dar esse passo vindo para a Europa, de preferência no Barcelona, pois ainda precisa ser ‘futebolisticamente’ educado”, destacou.

Reprodução
Entrevista exclusiva com Daniel Alves foi matéria de capa do jornal argelino 'Le Buteur' no início desta semana
Além de colocar Ganso no mesmo nível de Neymar, Dani Alves comparou o Maestro são-paulino, que estreia pelo novo clube neste final de semana contra o Náutico, com Zidane, ex-jogador e ídolo de Juventus, Real Madrid e seleção francesa.

“ A bola para os pés de Ganso ou Zidane é como um bebê nos braços de uma mãe. Ela chega a seus pés e respira. Ganso é um grande jogador ao lado do qual todos nós queremos jogar. Isso me lembra Zidane porque ele também tinha uma relação íntima com a bola. Quando Zidane tinha a bola, ele dava a impressão de valsar com a filha de 10 anos”, equiparou.

Para o lateral do Barça, o meia do Tricolor Paulista, que recentemente se recuperou de lesão na coxa esquerda, precisa se livrar dos problemas médicos para engrenar de vez como jogador profissional. “Nós não falamos muito sobre o Ganso, porque sua carreira tem sido muitas vezes interrompida por lesões. Ele deve ter muito cuidado com sua saúde que sua carreira realmente decole.”, ressaltou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade