Futebol/Bastidores - ( )

Decepcionado, Parreira lamenta nova crise de Adriano: “É uma pena”

Gabriel Carneiro, especial para a GE.Net São Paulo (SP)

Depois de estourar o limite de faltas estabelecido pela diretoria do Flamengo e pedir uma licença de quatro dias para pensar na carreira, o atacante Adriano anunciou, na última segunda-feira, que não pretende entrar em campo na temporada 2012, apesar dos esforços do clube carioca em recuperá-lo de lesão no Tendão de Aquiles. Seis anos depois de levar o Imperador para a Copa do Mundo da Alemanha, o técnico Carlos Alberto Parreira acha ‘uma pena’ o destino escolhido pelo próprio atacante.

Sob o comando de Parreira, Adriano viveu uma das melhores fases de sua carreira em 2004, quando marcou aos 48 minutos do segundo tempo o gol que garantiu o Brasil na disputa de pênaltis contra a Argentina, em partida válida pela final da Copa América. Além de anotar o primeiro nas cobranças alternadas, o Imperador marcou outras sete vezes na competição, o suficiente para ser artilheiro e acabar eleito melhor jogador.

“É uma pena que um jogador com 30 anos esteja levando a carreira dessa forma. Pelo que jogou comigo na Copa das Confederações e na Copa América, provou ser um jogador de importância técnica incrível, de muito peso”, afirmou Parreira, antes de perceber a gafe cometida com a palavra ‘peso’, já que o Imperador também enfrentou problemas com a balança em sua terceira e frustrada passagem pela Gávea.

Adriano promete se dedicar aos treinos no final da temporada para voltar bem em 2013, independentemente do clube escolhido para dar sequência à carreira. Decepcionado com o companheiro de ataque de Ronaldo na Copa do Mundo de 2006, Parreira não prevê um bom futuro para o atacante de 30 anos: “Quem resolve a vida dele é ele. Hoje peguei o jornal e vi ele dizendo que não queria jogar. Ele está decidindo o destino dele”.

Marcelo Ferrelli/Gazeta Press
Adriano viveu uma de suas melhores fases em 2004, quando jogava na Inter de Milão e na seleção de Parreira

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade