Futebol/Campeonato Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Diretor muda discurso e volta a cogitar sua permanência no Criciúma

Criciúma (SC)

A torcida do Criciúma parece ter convencido o diretor de futebol Waldecir Rampinelli a reavaliar a sua decisão de deixar a equipe catarinense na próxima temporada. O dirigente já havia anunciado a sua demissão na última semana, mas mudou o tom de seu discurso depois de seguidas manifestações de apoio serem enviadas ao clube.

“Esse povo simples, singelo e que nós tivemos a oportunidade de dar essa alegria. Com um campeonato difícil, que time com 71 pontos não subiu. Tenho que agradecer a todo mundo, mas é bom voltar para a Série A. Estou feliz e vou tirar umas férias, porque estou precisando. Depois a gente vê se fica ou não”, comentou Rampinelli.

O Criciúma encerrou a sua participação na Série B com um empate por 1 a 1 no clássico diante do Avaí, no último sábado. O duelo foi realizado na Ressacada e levou o Tigre para o vice-campeonato do torneio. Embora ainda tivesse chances de sair com o título nacional, a equipe comandada por Paulo Comelli foi superara na classificação geral pelo Goiás.

A boa campanha desempenhada na segunda divisão deverá ser determinante para que a comissão técnica e a diretoria tricolor recebam mais um voto de confiança do presidente Antenor Angeloni. O treinador Paulo Comelli já fez inclusive uma proposta de renovação do seu contrato e aguarda uma resposta para anunciar a sua permanência na equipe.

“Nós fizemos uma proposta e vamos ver. Agora vamos para Gramado. Quero ficar, tenho interesse, mas cabe ao Criciúma uma definição”, comentou. A tendência é que a diretoria aceite a oferta de Comelli e faça uma reunião com o técnico nos próximos dias para ditar os rumos que serão tomados pelo Criciúma na temporada 2013.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade