Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Dirigente do Santos admite sondagem por Nenê, mas mantém cautela

Do correspondente Rodrigo Martins Santos (SP)

Apesar da goleada sobre o Cruzeiro, por 4 a 0, na noite deste sábado, no Estádio Independência, o Santos não tem mais metas a serem alcançadas no Campeonato Brasileiro. Por isso, o clube praiano já trabalha no seu planejamento para a próxima temporada. Em busca de reforços, o Peixe admitiu ter sondado o meia-atacante Nenê, do Paris Saint-Germain.

Segundo o gerente de futebol santista Nei Pandolfo, a diretoria manteve os primeiros contatos com a equipe francesa e com os representantes do jogador, mas ainda não há uma negociação em andamento.

“Conversamos há algum tempo e nos reunimos semanalmente para discutir alguns nomes. Às vezes, até mais de uma vez por semana, para finalizar várias situações em andamento, de atletas que conversamos. O Nenê é um deles. Existe possibilidade, mas é muito cru ainda. Ele tem contrato em vigência. Por enquanto, nada além de sondagem”, afirmou Pandolfo, antes do jogo contra a Raposa, evitando criar expectativa em torno do experiente atleta, de 31 anos.

Nenê vem sofrendo com a falta de espaço no time parisiense, cujo elenco foi recheado de nomes de peso no futebol europeu para a atual temporada. O argentino Lavezzi, ex-Napoli, e o sueco Zlatan Ibrahimovic, que estava no Milan, foram algumas das principais contratações do Paris Saint-Germain, que ainda se reforçou com o zagueiro brasileiro Thiago Silva.

No entanto, com a chegada de Lucas, do São Paulo, em janeiro, o clube francês poderia abrir mão de Nenê gratuitamente. Apesar disso, a principal dificuldade dos alvinegros para acertar o retorno do meia-atacante, que passou pela Vila Belmiro durante o primeiro semestre de 2003, seria o fato de o jogador ainda ter mercado em outros centros da Europa.

Além de equipes do Velho Continente, o Corinthians, que tentou a sua contratação na metade deste ano, também seria um concorrente a mais para o Santos na tentativa de acertar com Nenê para o ano que vem.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade