Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Fabuloso cita obstáculos e vê Tricolor no lucro com pré-Libertadores

São Paulo (SP)

Sem conseguir superar o Grêmio no Olímpico e com seis pontos de distância em relação ao Atlético-MG, terceiro colocado do Campeonato Brasileiro, o São Paulo vê suas chances de classificação direta para a fase de grupos da Copa Libertadores de 2013 perto do fim. Mesmo em caso de título da Sul-americana, o time de Luis Fabiano teria que disputar a fase preliminar da principal competição continental.

“É positivo se a gente chegar na Libertadores, ou na Pré-Libertadores, e na final da Sul-americana”, resume Luis Fabiano, distante do artilheiro Fred agora por três gols. A passagem pela fase preliminar da Libertadores não incomoda o camisa 9 do São Paulo, satisfeito apenas por ter superado uma temporada com primeiro semestre fraco e sem resultados expressivos.

“A gente gostaria de ir direto, mas se tiver que disputar a Pré vamos jogar sem problema nenhum. A gente passou pro vários problemas e perdemos Campeonato Paulista e Copa do Brasil. Tivemos problema com torcida, troca de treinador e tudo isso influencia. Apesar de ter sido um ano complicado ,esses dois objetivos de vaga na Libertadores e chance de título da Sul-americana tornaram o ano positivo”, explica Luis Fabiano, que se reapresenta para atividades na próxima terça-feira, pela manhã.

Com adversário indefinido nas semifinais da Sul-americana, o São Paulo de antemão garante não temer o Grêmio, rival que o venceu neste domingo, por 3 a 1, e que pode ser o adversário na fase decisiva da competição continental. O regulamento da Sul-americana prevê embate entre equipes do mesmo país em caso de classificação.

“Cada jogo tem sua história e isso não tem nada a ver com uma eventual partida da Sul-americana. O Grêmio soube jogar o segundo tempo e sofremos a virada. Com certeza será diferente na Sul-americana”, espera Luis Fabiano.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade