Futebol/Campeonato Brasileiro Série A - ( )

Fellype Gabriel evita dar explicações para virada sofrida pelo Bota

Rio de Janeiro (RJ)

A virada sofrida pelo Botafogo no último domingo não abalou a confiança dos jogadores alvinegros no potencial da equipe. Mesmo com a derrota por 3 a 2 para o Atlético-MG, o meia Fellype Gabriel valorizou o comportamento dos seus companheiros dentro de campo e evitou procurar explicações para o tropeço na penúltima rodada do Campeonato Brasileiro.

“Não tem que arrumar desculpa ou explicação nenhuma. Nós fechamos a marcação, mas o time do Atlético-MG é muito forte na bola parada. E no contra-ataque eles conseguiram aproveitar e marcar os gols que precisavam”, disse o armador, que viu Réver aproveitar sobra dentro da área, aos 43 do segundo tempo, para anotar o tento que deu os três pontos ao Galo.

Reticente com relação ao relaxamento do Botafogo na partida, Fellype Gabriel também ignorou os questionamentos sobre o modo como os cariocas administraram a vitória parcial. “O time estava bem na partida. Tivemos a chance de fazer o terceiro gol, e não fizemos. Demos mole e isso não pode acontecer”, resumiu.

A derrota na 37ª rodada do Brasil deixou o Glorioso com 54 pontos, na sétima colocação. O clube voltará a campo apenas no próximo sábado, contra o Flamengo, no Engenhão. Apesar de os dois clubes não terem mais pretensões neste campeonato, o atacante Elkeson endossou o discurso do meia Fellype Gabriel e cobrou uma mudança de postura para o clássico.

“A derrota não podia acontecer. Agora é fechar para o clássico e procurar vencer. A gente deve isso ao torcedor”, completou o jogador alvinegro, autor de um dos gols do Botafogo neste domingo. O primeiro dos cariocas foi anotado pelo zagueiro Antonio Carlos, enquanto Bernard e Richarlyson se juntaram a Réver no resultado construído para o Atlético-MG.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade