Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Flamengo visita Náutico nos Aflitos em confronto por Sul-americana

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

O Flamengo visita o Náutico neste domingo, às 19h30 (de Brasília), nos Aflitos, em Recife. Após vencer por 1 a 0 sobre o Figueirense, no fim de semana passado, o Rubro-Negro chegou aos 44 pontos e está perto de garantir a permanência na Série A. Para isto, basta mais um triunfo ou  um empate. Já o Timbu não corre risco de cair, tem 45 pontos e está próximo da vaga na  Copa Sul-Americana.

Dorival Júnior, técnico do Flamengo, conversou com seus jogadores sobre a importância deles ainda não considerarem o risco de rebaixamento inexistente. O treinador não pretende ter surpresas desagradáveis na reta final do Brasileirão.

“Enquanto existir o risco, mesmo que matematicamente falando, deve existir a preocupação, já que o Flamengo não pode correr nenhum risco de cair. Vamos trabalhar tendo em mente a necessidade de somarmos mais alguns pontos e o ideal é que a gente consiga pontuar já neste domingo, contra o Náutico, embora a tarefa não será das mais tranqüilas”, afirmou Dorival Júnior.

Os jogadores, por sua vez, admitem que enfrentar o Náutico nos Aflitos preocupa, já que lá o clube pernambucano tem conseguido grandes resultados. O Timbu venceu 12 dos 17 jogos que fez em casa na competição, tendo conquistado 39 de seus 45 pontos dentro do estádio pernambucano. “Nós sabemos da força do Náutico em casa e que a sua torcida chega mesmo junto e dá trabalho. Portanto, teremos que ser eficientes ao longo dos noventa minutos e não correr riscos. Não teremos nenhum tipo de facilidade”, analisou o meia Renato Abreu.

Arte GE.Net
O bom desempenho em casa é realmente a principal aposta do Náutico para deixar o gramado com mais um triunfo. “Nós sabemos que será um jogo complicado pois o Flamengo também necessita do resultado. O apoio de nossos torcedores tem sido fundamental para a nossa grande campanha em casa e por isso estamos convocando a todos para nos apoiar em mais esse confronto decisivo”, afirmou o técnico Alexandre Gallo.

Como de costume, Alexandre Gallo faz mistério e só vai divulgar a escalação minutos antes do confronto. As dúvidas do treinador estão na zaga e no meio-de-campo. No primeiro caso, Ronaldo Alves e Alison disputam para ver quem será o companheiro de Jean Rolt, uma vez que Alemão terá que cumprir suspensão por acúmulo de cartões amarelos. Já no meio, Martinez, recuperado de estiramento na coxa esquerda, tem chances de reaparecer. Ele fará um teste antes do jogo e, em caso de veto, Dadá entará no setor.

Já no Flamengo, Dorival não poderá contar com o lateral direito Leonardo Moura, que vem se tratando por conta de dores na panturrilha esquerda. O jogador seria estratégico nesta partida, pois o Flamengo não poderá contar com o lateral esquerdo Ramon, que vai ter que cumprir suspensão por ter sido advertido com o terceiro cartão amarelo no triunfo sobre o Figueirense.

Assim, Dorival Júnior vai escalar o jovem Felipe Dias na esquerda, enquanto que no lado direito fica com Wellington Silva, que cumpriu suspensão contra o Figueira, assim como Ibson, que disputa posição com o paraguaio Víctor Cáceres, ainda com dores na região do quadril. Como já era esperado, o goleiro Felipe, que se recupera de uma lesão no tornozelo esquerdo, não vai reunir condições de atuar e Paulo Victor segue como o dono da camisa 1. Outro vetado é o atacante Liedson, com dores no joelho esquerdo. Hernane jogará ao lado de Vagner Love.

No primeiro turno as duas equipes se enfrentaram no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ), e o Flamengo ganhou por 2 a 0, com dois gols de Vagner Love.

FICHA TÉCNICA
NÁUTICO X FLAMENGO

Local: Aflitos, em Recife
Data: 11 de novembro de 2012 (Domingo)
Horário: 19h30(de Brasília)
Árbitro: Guilherme Ceretta de Lima (SP)
Assistentes: Marcelo Van Gasse (SP) e Cleriston Rios (SE)

NÁUTICO: Felipe; Patric. Jean Rolt, Ronaldo Alves (Alison) e João Paulo; Josa, Martinez (Dadá), Souza e Rhayner; Rogério e Kieza.
Técnico: Alexandre Gallo

FLAMENGO: Paulo Victor; Wellington Silva, Renato Santos, Marcos González e Felipe Dias; Amaral, Ibson (Víctor Cáceres), Renato Abreu e Cleber Santana; Hernane e Vagner Love.
Técnico: Dorival Júnior

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade