Futebol/Superclássico das Américas - ( - Atualizado )

Herói nos pênaltis, Cavalieri comemora estreia vitoriosa na Seleção

Buenos Aires (Argentina)

O bicampeonato do Superclássico das Américas foi conquistado através das mãos de um estreante na Seleção Brasileira. O goleiro Diego Cavalieri tomou a titularidade de Jefferson e se agigantou na primeira cobrança dos pênaltis para defender o tiro de Martínez. A sequência das penalidades ficou marcada pela eficiência dos atletas canarinhos e levou o arqueiro a vibrar com a sua primeira participação com a amarelinha.

“O principal objetivo era vencer. Infelizmente tomamos um gol no final, mas ganhamos nos pênaltis. Era isso que a gente tinha se proposto a fazer”, declarou o camisa 1. Mesmo com os dois gols sofridos no tempo regulamentar, o goleiro teve boa participação quando foi exigido e não deixou a ansiedade de sua estreia influenciar na vitória por 2 a 1 da Argentina.

“Ter calma e tranquilidade passa confiança para os meus companheiros. Eu agradeço muito por ter recebido esta oportunidade”, limitou-se a dizer o arqueiro, que se tornou campeão brasileiro com o Fluminense após vencer o Palmeiras por 3 a 2, em Presidente Prudente. O título foi um dos grandes motivos que fez Mano Menezes atender ao apelo popular e dar uma chance para o atleta no lugar do corintiano Cássio.

Mowa Press
O goleiro Diego Cavalieri defendeu a penalidade cobrada pelo corintiano Martínez e encaminhou a vitória brasileira
O pênalti defendido também deverá ser um importante atalho para Cavalieri garantir o seu nome nas próximas convocações da Seleção Brasileira. A preferência de Mano Menezes para a camisa 1 da equipe é Diego Alves, que defende o Valencia, da Espanha. Como apenas jogadores do futebol nacional foram convocados para o Superclássico, o atleta foi impedido de atuar nesta quarta-feira.

Já a reserva da equipe principal continuará em aberto. O treinador já deu indícios de que pretende dar mais oportunidades para Jefferson mostrar o seu valor em amistosos e agora terá outras três datas Fifa para encontrar o seu segundo goleiro. A tendência é que o escolhido seja definido já nestes duelos para reforçar a Seleção na Copa das Confederações.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade